Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MORDIDA DE CACHORRO


Quem tem cachorro sabe que deve ter alguns cuidados com o seu cão. E quem tem crianças em casa e recebe a visita de amigos deve ter atenção redobrada. Local apropriado para o seu habitat e um reservado para prendê-lo quando recebe uma visita e o cão estranha ou procurar adestra-lo para não ter problemas fora do comum.
As mordidas de cachorro costumam provocar desde ferimentos leves até verdadeiras lacerações, atingindo em 77% dos casos os rostos das pessoas. No Brasil, ocorrem cerca de 400 mil acidentes desse tipo por ano, contra 44 mil nos Estados Unidos.
“As piores conseqüências ocorrem quando a vítima é criança, o que representa 60% dos casos”, a boca, nariz e bochecha são os alvos preferidos pelos cães na hora do ataque. “Quando um cão morde uma pessoa no rosto, principalmente uma criança, como a pele é mais fina e vascularizada, acaba provocando sérias deformidades, inclusive uma cicatriz bastante visível.”.
Alguns cuidados devem ser tomados quando da mordida de cachorro.Tão logo a pessoa sofra a mordida, ela precisa ser protegida contra infecções, como o tétano. “Além disso, o tecido dilacerado deverá ser retirado e reconstruído via cirurgia. As cicatrizes são inevitáveis e podem levar anos e necessitar de novas intervenções até ficarem quase imperceptíveis.”
Em caso de ataque inevitável a pessoa não deve sair correndo, mas enrolar-se como uma bola e permanecer nessa posição até que alguém venha em seu socorro.
Alguns conselhos úteis que você precisa saber:
NÃO aproxime seu rosto ao focinho de qualquer cachorro,
NÃO permita que o cão circule livremente na presença de estranhos,
NÃO se aproxime de um cão estranho,
NÃO leve seu cachorro para passear sem coleira,
NÃO provoque um cão em hipótese alguma,
NÃO perturbe um cão que está dormindo, comendo ou brincando com seus pertences,
NÃO deixe uma criança pequena sozinha com um cão,
NÃO deixe seu cão com estranhos,
NÃO ignore avisos de que um cão é bravo e representa perigo,
NÃO deixe de vacinar seu cão anualmente.
Você sabia que agosto é conhecido como o mês do cachorro louco? Dizem que, nesse mês, é comum os cães pegarem uma doença terrível, a raiva, que deixa vários animais, inclusive gatos, cavalos, bois, morcegos e até gente, doidinhos da silva! É verdade que não existe comprovação científica, mas alguns veterinários acreditam que a raiva realmente possa se espalhar mais facilmente nesse período por causa da maior quantidade de cadelas no cio. Na disputa pelo “amor” das cadelas, os cães acabam brigando, aumentando, assim, as chances de transmissão da doença.
Mas não pense que a raiva é transmitida somente nesse mês. Ela pode acontecer em qualquer época do ano. Por isso, os seus animais devem estar sempre com a vacina em dia. Aproveite a campanha de vacinação de cães e gatos, que acontece todo ano. Procure saber quando ela ocorre no seu município. Normalmente é entre os meses de agosto e setembro. A vacina é gratuita, portanto não deixe de levar o seu animalzinho! Para ficar imune à raiva, ele precisa ser vacinado anualmente.

(http://afonsoecris.ubbihp.com.br)
(http://massajovem.zip.net)
Afonso Silva
Enviado por Afonso Silva em 10/12/2006
Código do texto: T314269

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Afonso Silva
Foz do Iguaçu - Paraná - Brasil
402 textos (135553 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/12/14 14:30)
Afonso Silva



Rádio Poética