Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CACHORRO CORRENDO ATRÁS DO RABO

   Já vi vários cachorrinhos que tentando morder a ponta da cauda ficam correndo cada vez mais rápido e às vezes conseguem alcançá-la. Uma amiga tem um cãozinho da raça maltêz branquinho que nem o veterinário deu conta dele, pois de tanto correr atrás do rabo feriu a ponta do mesmo até sangrar, tornou-se um vício e nem com medicação teve melhora, talvez seja consequência do estresse, da fadiga ou algo que possa ser analizado por um bom "terapêuta canino", coisas da natureza...
   Mas, falando em correr atrás do rabo, podemos aqui pensar o comportamento de algumas pessoas que imitam esses animais em seu cotidiano, ou seja, ficam correndo em círculo em volta do rabo e olhando para o próprio umbigo, podemos citar como exemplo a maioria dos políticos de nosso país, entra eleição sai eleição, estão lá se candidatando, pois a vida fácil faz com que estes consigam ver apenas o próprio umbigo e também um pouco mais abaixo do umbigo, ou seja, as roupas íntimas que têm muita serventia para ocultar alguns milhares de dólares. Enquanto isso algumas milhares de crianças ficam a "ver navios" aguardando a merenda escolar chegar no prato!
   A diferença entre o comportamento dos cães que correm atrás do rabo e os políticos corruptos é que os animais correm em círculo para morder a cauda que muita das vezes está coçando e poucas vezes conseguem dar uma mordiscada na cauda e acalmar a coceira...Já os corruptos de nosso Brasil vivem com as mãos coçando porque passam o dia contando notas de reias e dólares advindos de licitações super faturadas e em seguida depositando essas notas em paraísos fiscais na Europa. Outros compram "castelos" em Minas Gerais e assim por diante, ficam nesse círculo vicioso enquanto algumas moedinhas caem de seus bolsos, alguns pacotinhos de dólares caem de suas "cuecas", as crianças na cantina das escolas ficam esperando cair alguns grãozinhos de feijão e arroz dentro do pratinho na hora do recreio, enquanto o "recreio" nos "Castelos Oficiais" é farto, abundante e ilimitado, coisas de Brasil...
   Países de primeiro mundo cresceram e se desenvolveram a partir do momento em que investiram em educação no sentido mais amplo da palavra: Preparação e aperfeiçoamento dos professores, merenda de boa qualidade, instalações físicas adequadas, livros didáticos onde se ensina que 2+2=4 e não 2+2= 3 como em livros de matemática distribuídos pelo governo federal este ano no Brasil, livros de Língua Portuguesa que ensine o idioma correto e não como querem implantar livros que ensinem a língua portuguesa de modo banal e caipira.
Se quisermos um dia receber o título de "país de primeiro mundo", devemos investir na educação, saúde, segurança pública, energia renovável e sobretudo pararmos de vender nosso voto aos políticos corruptos em troca de cesta básica, dentaduras, um par de chinelos, passes de ônibus..
Temos que investir em nosso crescimento intelectual, temos que denunciar as falcatruas, usufruir da imprensa séria como canal de denúncia, gritar com toda nossa força e dar um basta nisso! Senão o Brasil vai continuar como o "cachorro que corre atrás do rabo", nesse círculo vicioso sem sair do lugar enquanto a maioria das pessoas não têm quase nada e esperam melhorias e poucos têm vida plena e em abundância: Altos cargos, empreiteiras, fazendas, castelos, jatinhos, carros importados, etc e tal. Enquanto assistimos calados essa a "Novela Brasil" onde os protagonistas são os corrúptos que sempre estão em foco e as criancinhas das escolas ficam como meros coadjuvantes na trama aguardando cair em seus pratos uns grãozinhos de feijão e arroz...e o que mais nos deixa indignados nessa trama é que eles, os políticos corruptos pensam que essa novela sempre "vale a pena ver de novo", até quando vamos ficar correndo atrás do rabo?
MARCIO ZANNOVITT
Enviado por MARCIO ZANNOVITT em 01/09/2011
Reeditado em 01/11/2011
Código do texto: T3194632

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MARCIO ZANNOVITT
Araguari - Minas Gerais - Brasil
75 textos (4455 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/12/14 00:16)
MARCIO ZANNOVITT



Rádio Poética