Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MULHER IDOSA TENTA O SUICÍDIO COM UM TIRO NO JOELHO.

Coitada dela, morava só em um sítio distante, só alcançado por uma estrada deserta. Sem poder andar depois do tiro, não conseguiria mais se alimentar e morreria, como assim queria que lhe sucedesse. Pena que não foi bem sucedida em seu intento. A morte que seria lenta, acabou deixando de ser para ela a última alegria duradoura. Pois de tão lenta a agonia que vivera, não sendo isenta dos federais impostos, não é que chega em sua casa, intempestivamente, a volante do fisco, aquela mesma que apagou o Lampião e quase mata também Corisco. E a pobre senhora, que alegremente já se pensava morta, diferentemente de tantos outros que a fiscalização maltrata e mata, é salva da morte lenta para pesarosamente continuar sofrendo, nas mãos do Estado que a quer contribuinte, eterna e exata. E aqui termina a ária, que canta da pobre senhora a saga, em tempos da Reforma que esmaga, enquanto Poder, até não mais poder, a Tributária.
Marco Bastos
Enviado por Marco Bastos em 10/07/2005
Código do texto: T32676
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para "http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1583 "). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Bastos
Salvador - Bahia - Brasil, 72 anos
1717 textos (87468 leituras)
2 áudios (495 audições)
1 e-livros (791 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 17:48)
Marco Bastos