Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TENHO QUE ...


Tenho que me orientar no mundo sem graça, de balas perdidas, sortidas da miséria de valores que povoa meu espaço, onde o corpo deve ocupar para poder agir, transformar. Tenho que assumir meus valores reais, utópicos ou não. Tenho que me assumir e me despedir de outras arrogâncias adicionadas, outras ilusões de óticas.

Tenho que parar,  respirar melhor.

Tenho que projetar meus afetos no mais intenso brilho de vida e harmonia, e meus desafetos, ainda mais.

Tenho que zelar pelos cantos da casa, pelo pão da manhã, pelo selo de amizade, pelo trabalho q que me disponho, e pelo amor que sonho.

Tenho que me exaurir de caminhos meus, principalmente aqueles que me levem aos caminhos da Humanidade, e que esses sejam os que mais se cruzam com a divindade que habita em mim.

Tenho que não temer, e reaprender a magia de sonhar com prazer, no mundo que me foi dado como fundo a testar-me violentamente.
TB
Enviado por TB em 12/07/2005
Reeditado em 30/10/2008
Código do texto: T33501

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite nome da autora, país, Estado, e e-mail. Também deverá enviar para brazil_dos_livros@hotmail.com - dia e endereço de publicação do texto para consulta da mesma e verificação do conteúdo.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TB
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
54 textos (45374 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:46)
TB