CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

A JUVENTUDE DE HOJE EM DIA

Antes de escrever, observo com atenção os grupos de jovens que estão esparramados nas praças...parecem que não querem nada com a vida. Mentira! Em que beco se escondeu as oportunidades.
É muito fácil e relaxante culpar a juventude pelos seus disparates, suas travessuras. Antes, desfinhar o rosário das culpas sociais, da não atenção a esses que se perdem nos caminhos da desilusão, isso é martírio.
O jovem está desacreditando porque é desacreditado. Outros tempos a juventude era engajada em causas, grêmios, partidos. Nos dias atuais, indiferença, descaso.
São frutos de herança deixada pelos jovens que se tornaram adultos e esqueceram que um dia foram jovens.
Vejo as brincadeiras deles nas ruas e, como jovem, meu coração dói ao perceber que as atitudes não são mais tão inocentes, ao menos inconsequentes.
São produtos de um meio estreito, confuso, escuro e frio.
Esta é a juventude em formação, a futura geração.
Que esperanças, perspectivas...afinal, o que podemos esperar num amanhã que já chega.
Chega de tanta hipocrisia e admitamos que a juventude de hoje em dia é sombra direta de uma dinastia do esquecimento.
Isso me aborrece. Mas, não sou eu, apenas que posso transformar o mundo. Fazer minha parte sozinho naão adianta.
Então, em pouco tempo derramaremos lágrimas de um tempo perdido: os tempos de minha juventude.
Batista Neto
Enviado por Batista Neto em 24/01/2007
Código do texto: T356881

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Batista Neto
Camocim de São Félix - Pernambuco - Brasil, 32 anos
30 textos (12443 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/08/14 05:49)