Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A palavra da vez é...

CALADO!

Calado, particípio do verbo calar, se eu me calo e tu te calas, um terceiro vai falar. E se nos calamos todos, concordamos com a mudez, quem se cala ou fala pouco, perde a voz ou perde a vez. Emudecendo entendidos, brilharão os fanfarrões, calar-se-ão os verbos, silenciará a razão. Mas, tendo-se nada a dizer, prudente é guardar a voz, silenciar a agonia impressiona o algoz. Faz mais barulho, quem sabe, o calar de vez a voz, mais forte é o julgado fraco, mais forte, quem está só. E o calado, substantivo, também sabe silenciar, cala por conselho ou juízo, por ordem ou medo de errar, pois o calar-se está na base, a que não pode faltar. Estar em silêncio profundo por vezes nos faz flutuar; manter a boca fechada: melhor dieta não há! Calado também se encontra falando-se de embarcações, como pouco manejo disto, calar-me é imposição. E ao terem-me calado, passiva é a minha voz; para voltar à ativa, solto a língua, elevo a voz - GRITO!




---------------------------------------------------------------------
Não sigo o novo acordo ortográfico em Língua Portuguesa. Se deseja reproduzir este texto, no todo ou em parte, favor respeitar a licença de uso e os direitos autorais. Muito obrigada.
Helena Frenzel
Enviado por Helena Frenzel em 09/04/2012
Código do texto: T3602581
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor informar o nome da autora. Para ter acesso a conteúdo atual aconselha-se, ao invés de reproduzir, usar um link para o texto original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Frenzel
Alemanha
487 textos (36212 leituras)
47 áudios (2337 audições)
45 e-livros (1937 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/17 03:58)
Helena Frenzel