Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Busca


Noite. Tarde da noite. A casa toda dorme e a sensação de apagar as luzes e terminar o dia me satisfaz. Porém, quando deito, falta-me o ar. A satisfação do dia completado traz o gosto da sua ausência.

Mas...Quem é você? Não sei. Não o conheço. Nunca o vi e ainda o espero. Sei que virá.

Sinto que está por perto, mas não sei porque não consigo alcançá-lo.
Sua ausência me incomoda e me completa. Mas... Quem é você? Não o conheço... Ainda.

Faço dessa sua ausência uma presença tão concreta. Você, que eu nem conheço, que nunca vi, mas que é tão real que me satisfaz.

Chega de mansinho quando a noite já vai alta, invade minha madrugada, enche meus pensamentos, cansa meu corpo... Me faz sorrir.

Espero. Ainda o espero. Nunca deixei de esperá-lo. Sei que virá... E fico lúcida, atenta, ligada, necessitada. Não foi desta vez, na próxima, talvez...

E meu corpo todo, inteiro, sente sua presença. Já vive em você. Eu sei que virá e essa espera vai acabar.

Será...?

Quem é você? Por que demora?

Durmo... Acordo... Durmo... Acordo! É manhã de novo. Não, não me iludo. Não sou triste nem estou triste.

Na verdade, a sensação do novo dia me faz sorrir. Afinal é mais um dia, um outro dia.

Quem sabe hoje não vou encontrá-lo?




Texto protegido pela Lei de Direitos Autorais
vera abi saber
Enviado por vera abi saber em 07/02/2005
Código do texto: T3657
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
vera abi saber
São Paulo - São Paulo - Brasil, 65 anos
118 textos (18186 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:07)
vera abi saber