Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ADMINISTRANDO A VIDA

Gente muito metida a organizar coisas tem esses troços. De vez em quando cisma que precisa “administrar” a vida. E não se contenta em gerenciar apenas os arquivos em uso. Tem mania de achar que tem que reorganizar o HD, separar os arquivos fora de uso com novos critérios, mas raramente os deleta. Tem sempre por perto, rondando, a velha frase do “sei lá quando posso precisar disso”. Raramente precisará, mas por via das dúvidas...
Entrei numas. Critério de seleção número 1: utilidade presente e possível utilidade futura. Dores vividas que vão e voltam, mas ensinaram alguma coisa: manter no arquivo “PTML” (Perca Tudo Menos a Lição). Dores vividas, que só serviram pra doer e esculhambar a auto-estima e criar mais espaço no arquivo Ressentimentos: usar a tecla F (Foda-se). Várias vezes.
Amores complicados, mas que foram amores de alguma forma, ainda que tenham custado muitas caixas de lenço de papel e remédios pra dormir: manter no arquivo “DFV” (Doeu, Ferrou, mas Valeu). Lembrar de deletar as partes doídas que não serviram para nada. Criar arquivo específico para as partes boas.
Critério de seleção número 2 : beleza, que afinal é necessária para alegrar a vida da gente. O belo, trazido pela experiência de aprender: manter no arquivo “LSP” (Lembrar Sempre que Possível). De preferência, o Possível deve ser Sempre. O belo, que resultou de um sacrifício enorme, mas trouxe uma compensação ainda maior: deixar disponível em “NE” (Nunca Esquecer), com um atalho destacado na área de trabalho. O belo, que virá no futuro pelos acertos do presente: guardar no arquivo “TNS” (Trabalhar Nisso Sempre), também com um belo atalho na área de trabalho. Criar um comando no sistema de “LS” (Lembrar Sempre).
Critério de seleção 3: arquivo morto. Passou, doeu, não serviu para nada e ainda pode danificar os arquivos em uso: tratamento de vírus. Sem quarentena. Botão Delete.
Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 23/07/2005
Código do texto: T37138

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154028 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:13)
Débora Denadai

Site do Escritor