Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESSE FILME EU NÃO RECOMENDO

Todos os dias somos convidados a assistir a filmes reais de violências no nosso dia a dia. Cenas explícitas de violência que não são poupadas nem mesmo de nossas crianças e inúmeras vezes elas próprias são protagonistas deste filme tão cruel.

A violência não é educada, pois ela entra na nossa vida sem ser convidada, mas isso acontece porque não mostramos nenhum tipo de resistência e ela vai sorrateiramente adentrando em nossa casa, trabalho, escola, bairro, cidade... Enfim causando danos morais, físicos e mentais muitas vezes irreversíveis.

Penso que a arma mais infalível da violência é aquela que age no nosso intelecto, pois ela está tão atuante que muitas vezes nos deparamos assistindo a cenas que vimos repetidas vezes e isso já não nos causa espanto e às vezes até chega a ser vista com naturalidade.

Ela nos intimida de tal forma que passamos a pensar que como não foi diretamente conosco, pois estamos apenas assistindo a tudo, então para que nos envolvermos com a produção e reprodução deste longa-metragem?  E assim ela vai levando seu elenco por todos os lugares disposta a conquistar cada vez mais atores, atrizes, coadjuvantes e figurantes pelo mundo afora.

Será que temos que realmente nos deixar acuar e ficarmos assistindo a tudo calado?Será que não está na hora de arrancarmos o letreiro que destaca o filme em cartaz?

Chega de andarmos conduzidos apenas pelo “lanterninha” e sim levantarmos da poltrona de mero espectador alienado à tudo, para finalmente construirmos nossa história diferente do quadro de violência que vivemos.

Ou será que vamos deixar que ela receba todos os troféus?
megh
Enviado por megh em 06/08/2005
Código do texto: T40642
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
megh
Carazinho - Rio Grande do Sul - Brasil, 48 anos
13 textos (1342 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:17)
megh