Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A vida é curta...curta a vida


Você seria capaz de entrar de joelhos numa agência de empregos e pedir uma
vaga? Então porque você se arrasta psicologicamente diante de seu chefe ou
de um superior qualquer? Li esta observação a algum tempo atrás e acredito
ser a mesma bem atual. A falta de empregos e as incertezas da economia obrigam o trabalhador a se comportar tal qual um escravo, diante de seus patrões. Caso contrário,
poderá engrossar a fila dos sem-emprego. Como, então, não se humilhar diante
das imposições que nos apresentam? Imagine a seguinte cena: Está o pobre trabalhador  exercendo suas funções, com uma tremenda dor no calo, Afinal ele calça 40 e o sapato que a empresa ofereceu é 39. Tudo em nome da segurança no trabalho. Quando o coitado tenta argumentar tem o dissabor de ouvir do chefe a seguinte frase: "Saiba que está assim de gente lá fora querendo sua vaga". E o pobre coitado se cala, pois sabe que é verdade. Ele sabe também que se perder esse emprego, conseguir outro vai ser muito difícil ou quase impossível. Você já esteve numa situação dessa? E quando se tem pela frente, ainda, aquele chefe incompetente e pentelho? O que fazer? Nada? Aceitar talvez...ou agir com inteligência. Pois, lembre-se se você teme perder o emprego, ele também corre o mesmo risco. Se você for competente o suficiente nada terá a temer. No entanto, ser competente
apenas de nada lhe servirá se os outros não conhecerem seus talentos.
Divulgue-se. Seja mais comunicativo e envolva-se com seu trabalho. Tem mais valor a galinha que bota o ovo e faz o maior estardalhaço. Aquela que bota e fica quieta, vai prá panela! Todos sabem que o ovo da pata tem mais proteínas. E porque comemos mais ovo de galinha? Talvez seja porque a galinha tem um marketing pessoal mais sofisticado. Ela faz o maior barulho anunciando seu produto. No entanto, quando a pata bota ovo fica quietinha e vende muito pouco.
Você não acredita que as grandes empresas investem fortunas em publicidade e propaganda apenas porque querem, não é mesmo? Elas pretendem, através da divulgação, vender seus produtos ou serviços e, ampliar seu campo de ação.O que você tem feito para ampliar o seu campo de ação e vender-se mais? Se você fosse uma empresa será que já teria fechado suas portas. Melhor ainda...se você fosse uma empresa, você se contrataria?! Ainda falando de galinha lembrei de uma estória infantil muito interessante, que mostra um garoto que sonhava em ser alguém na vida. Em seus pensamentos ele planejava comprar uma galinha e fazer com que ela botasse pelo menos 20 ovos. Depois de chocados, esses 20 ovos se transformariam em 20 novas galinhas que juntas produziriam muitos ovos e conseqüentemente novos galináceos surgiriam, até que...ficaria rico! Mas tudo não passou de um sonho, tal qual aquele seu sonho de ganhar um carrão no Bingo, ou uma bolada na mega sena...Sonhar sua vida não é vivê-la. Ficar na frente da televisão vendo as poposudas rebolando não vai te levar a nada. Você não terá nem a mulher e muito menos alavancará sua carreira (se é que você já pensou em ter uma). Apenas perderá seu tempo. Antes de criticar a administração do país, por exemplo, que tal analisarmos nossa própria administração? Está tudo bem em casa? Você sabe tão bem da vida de seus filhos, como sabe da vida do Ronaldinho ou do Neymar? Você ficou preocupado com aquela reportagem da tv que mostrou a vida miserável do Zé-das-Couves e seus pequenos repolhinhos que passa fome no Rio de Janeiro e ligou para o programa de tv para doar R$ 5? Parabéns. Fez uma boa ação. No entanto quantos Zés, que não aparecem na televisão estão à espera de um simples apoio que seja? Inclusive dentro de sua própria casa?!  Será que a vida só acontece na dimensão plana e irreal de sua telinha de TV? Saia dessa hipnose, arrisque-se a viver. A vida ao vivo tem outro sabor. A vida é curta...curta a vida!


Donizete Romon é Jornalista e palestrante.
Contato: www.romon.petecaeventos.com.br
Email: peteca@petecaeventos.com.br
Doni Romon
Enviado por Doni Romon em 02/06/2013
Código do texto: T4321910
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Doni Romon
Campinas - São Paulo - Brasil, 61 anos
21 textos (1369 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/11/17 05:52)
Doni Romon