CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

AS PESSOAS “DURONAS” SOFREM MAIS.

   Pesquisas comprovam que a maioria das pessoas que vivem caladas são as que mais sofrem.Algumas pessoas são criadas para acreditarem que deixar transparecer as suas emoções ou falar demais sobre o que pensam é um sinal de fraqueza e, em conseqüência disso, nunca desenvolvem a habilidade de manter uma conversa significativa com outra pessoa. Nunca aprenderam a falar abertamente com outra pessoa e têm dificuldade em achar as palavras para falar com delicadeza.
Elas têm medo de mostrar o que pensam ou sentem. Não querem correr o risco de serem rejeitadas ou magoadas se outra pessoa discordar delas.
    Sempre, os mais durões são sempre os mais emocionais; porque tentam esconder a verdade dos outros por medo ou insegurança e para disfarçar criam universo de firmeza que passa segurança e instabilidade aos outros!
Essas pessoas passam:-Sou durona, ignorante, fria...Essas pessoas esquecem de dizer que são sensíveis!
    Ela sempre foi a "durona" entre as pessoas com as quais convivia.Sempre foi a  que todos gostam mais não tem coração.E não é bem assim, as vezes esse seu jeito é para demonstrar que é forte e pensando assim, ela  realmente se torna forte, porém  para que se tornar uma pessoa realmente sem coração, se isso é ruim? Imagine, é ótimo, porque ela não sofre por amor... Ora, e se alguém gostar dela?      Não irá querer ter nada com ela porque ela não tem sentimentos? Ou ela os esconde muito bem ? Não é bem assim, ela pode ser durona por fora, mas por dentro é  uma menininha meiga, carinhosa, ciumenta, romântica, amorosa, que ama incondicionalmente, e mesmo sendo desse seu jeito tem algumas pessoas que chegam do nada e conseguem a desmontar por inteira, apenas com um sorriso, com um oi, uma mensagem, ou algo nesse sentido. Mesmo assim, ela não demonstra em momento algum que está sofrendo por alguém. É bem melhor ela sofrer calada, mas nem sempre ela agüenta  tudo isso sozinha, há aqueles dias em que ela senta diante de seu computador e coloca em palavras tudo o que lhe vai na alma e no coração, ou ainda no vazio de seu quarto, naquele momento em que tudo deveria se silêncio, o som de seu soluço ecoa na escuridão e ela coloca para fora em forma de lágrimas toda as tristezas e durezas de seu coração....
   
PS:As pessoas não se preocupam com os sentimentos dos “durões” como se eles fossem desprovidos de deles...nem sequer podem supor o quanto são sensíveis e carentes!
Wal Ispala
Enviado por Wal Ispala em 27/07/2013
Reeditado em 27/07/2013
Código do texto: T4407340
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Wal Ispala
São Carlos - São Paulo - Brasil, 55 anos
213 textos (5583 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/09/14 12:27)