Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ele Tem Outros Amores

        Despertei essa manhã sentindo um vazio tremendo. Não me pergunte por que eu não sei o que é. Sei que é uma coisa que aperta o coração, que sufoca minha alma ressentida e saudosa.
Sinto saudade de alguém que amo, alguém de olhos negros e um sorriso enternecedor. Tenho uma vontade de ouvir a voz sabe?
Parece até que faz muito tempo que vi... E não faz? Faz exatamente seis horas e doze minutos que estava em seus braços.
Estou sentindo falta do abraço acalorado, e sensível,  do brilho radiante dos seus olhos negros.
Acordei com vontade de ficar em casa, às vezes essa vontade enche minha alma de preguiça e tédio, mas retornando a minha tristeza...
Meu bonsai morreu.
Secou como eu quando estou longe daqueles olhos.
Tentei ainda dar-lhe um pouco do meu pouco afeto por plantas... Interessante é que comprei-o e levei pra casa sem pensar.
Mas continuo triste.
Sinto-me no vazio exasperado do meu quarto.
Para todos os lugares que olho, tem uma foto do sorriso e dos olhos negros que me seduzem.
Um dia pensei em tirá-las de lá. Então, imediatamente repensei: Vou me sentir muito mais sozinha do que estou agora, pelo ao menos olho pra aquele sorriso, e penso, apenas penso, imagino...sonho... Que está em minha frente sorrindo pra mim.
Logo vem o balde de água fria por seu apenas uma foto.
É, uma foto.
E sigo olhando para o teto.
Queria ter um cachorro. Mas só em pensar que vou ter que lavar o cantinho dele, perco a vontade imediatamente. Meu médico recomendou um peixe, e pensei: peixe não fala, não late, não mia, não faz xixi e nem cocô na casa, mas também não dorme comigo na cama, não me faz cafuné, não me dá aqueles beijos deliciosos, não me lambe e nem vem me receber na porta quando chego.
Continuo no meu vazio solitário à espera de um telefonema.
Ah! Adivinha quem me liga?
Meus amados olhos negros, está dizendo que também sente saudades e que Juju não é mais o amor da vida dele... ah! Quem é Juju? Juju é sua tilápia de estimação.
Bom, voltando ao amor da vida daqueles olhos negros, senti que eu tinha uma chance.
E fiquei esperando ouvir o que ele ia dizer, e ele continuou...
Disse que novo amor da vida dele é Tobby.
Tobby?
Mas quem é Tobby?!
Tobby é o poodle que ele acabou de ganhar.
Aaahhhh! E num impulso de raiva, e frustração deitei-me na cama e fui me conformar em olhar aqueles olhos negros apenas nas fotos...
Cinco minutos depois ele liga:
- Mô?!
-Oi...
- Tobby não é o único amor da minha vida.
- Não?! Ah! Já sei, tem a Juju também. Normal Daniel...normal...
- Não, a Juju não é o outro amor da minha vida, quer dizer, não é que ela não seja, mas quero dizer, o outro amor é...
- Daniel, você está me traindo? Desembucha!
- Não Mô. Tou não.
- Tua mãe voltou pra sua casa? Conta logo (ficando histérica)
- Mô, é melhor, eu ir ai.
- O que foi Danieeeeel...

Ele desligou.
Ai meu Deus, no mínimo ele ta com outra.
Quinze minutos depois, a campainha toca, era ele. Tobby entra correndo em meu apartamento e pula em cima de mim, percebo algo diferente na coleira dele. Daniel com um sorriso no rosto, espera a minha reação, e consigo a muito custo conter os pulos frenéticos do poodle...
Eram duas alianças de compromisso.
Ele olha pra mim e diz:
- O grande amor da minha vida é você.

O resto da história?
Vocês imaginem por ai.
Ou quem sabe, outra hora eu conto....


Priscilia Nascimento
Enviado por Priscilia Nascimento em 29/08/2005
Reeditado em 30/08/2005
Código do texto: T45982
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscilia Nascimento
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
222 textos (24433 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:53)
Priscilia Nascimento