Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FRAGMENTAÇÃO OU COMPOSIÇÃO (Programas aglutinativos causam lacunas no processo evolutivo)

         Já ordenaram os "grandes" pensadores da educação (incluindo Valesca Popozuda e o professor de filosofia Antônio Kubitschek), que a sistematização do conhecimento, para maior desempenho, deve ser por áreas abrangentes: Matemática e suas tecnologias; Ciências humanas e suas tecnologias; Linguagens, códigos e suas tecnologias; Ciências da natureza e suas tecnologias. Eu achei que estava entendendo! Porque gosto da ideia dos saberes integrados. Por sua vez, o estado lutando para implantar o "currículo unificado" , então pensei, casando uma coisa com a outra, que seria um esforço para estabelecer uma certa "interdisciplinarização", enxugando assim a matriz curricular. Já estava até feliz, Porém, já não estou mais entendendo nada! Porque depois me disseram que o currículo unificado ia servir só para melhorar a vida do aluno, em qualquer unidade escolar que chegasse para estudar, pegaria facilmente a sequência dos conteúdos. Eu queria que o professor pudesse preparar aulas mais abrangentes. Mas, não sei se é só eu quem não está entendendo ou também não está entendendo o Cleiber F. dos Santos quando diz: "...se o ensino de Língua Portuguesa é deficiente, outros conhecimentos também serão deficitários, pois o aluno deixa de desenvolver algumas percepções que o faça refletir com mais propriedade sobre os acontecimentos a sua volta" (Para que serve nossa Língua Portuguesa? DM - OP. 07/02/2014 pág 17). Assim os que administram mais de perto as escolas daqui entenderam que quanto mais fragmentar as disciplinas fica melhor.  Então o que era Língua Portuguesa ficou: Gramática, Literatura e Redação (para ser mais justo, ao estudar a Língua Inglesa ou espanhola deveriam fragmentá-las em Gramática, Literatura e Redação, eu não saberia dizer em qual categoria ficaria as charges, cartum, histórias em quadrinhos, palavras cruzadas e leitura e interpretação de texto, as funções da linguagem etc), repetido tudo nos "tópicos" disso e daquilo. O que era Matemática ficou: matemática e geometria, eu continuaria sem saber onde se encaixam, interpretação de gráficos, tabelas e sintema internacional de medidas (repetido tudo nos "tópicos" disso e daquilo)! Bem, porém aqui se aplica o infeliz, mas devidamente adequado, dito popular: "se se pode complicar para que se simplificar?"
          Portanto, quero fala de globalização no sentido de encurtar os caminhos e agilizar e integrar as ações, então cito Antonio Carlos Evangelista Ribeiro: "A Educação por sua vez sofre a influência direta das características de um sistema essencialmente capitalista que é de natureza competitiva, individualista e excludente, provocando mutações de conceitos de cidadania, qualidade, conhecimento, produtividade e competência." Agora já não sei dizer se a mundialização da cultura é boa ou ruim, só sei que não podemos mais admitir limites bem apertadinhos de esfarelados conteúdos. Portando, quanto mais globalizante mais eficiente.
      Os poderosos querem nos colonizar com a globalização, sem a força física; outros, com fragmentação em uma nova roupagem da discriminação maléfica. Certo é que, nesse caso, quanto mais fragmentar mais fraca se tornará a coesão social e não se pode negar o direito do indivíduo à uma educação totalizante e integradora, enquanto isso, brinca-se de consertar o que se deveria desmanchar por completo, para reconstruir totalmente com novos paradigmas. Como diz a filosofia moderna: "falta totalização para ter significado." complementando com Leonardo da Vinci: "Assim como todo o reino dividido é desfeito, toda a inteligência dividida em diversos estudos se confunde e enfraquece."
Kllawdessy Ferreira
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 14/01/2014
Reeditado em 30/04/2017
Código do texto: T4649882
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kllawdessy Ferreira
Goiânia - Goiás - Brasil, 58 anos
679 textos (85486 leituras)
2 áudios (305 audições)
1 e-livros (81 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 18:59)
Kllawdessy Ferreira