Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTOMAZIL E MEMOREX

Rose sofreu dores horríveis no estômago durante a noite e, de manhãzinha, foi ao posto médico, perto de sua casa.
Crente que seria a primeira da fila, ela ficou duas horas esperando sua vez e ainda deixou um monte para trás.
-Bom dia, moça! O que você tem, que está tão pálida?
-Ah, doutora... Estou com uma dor tremenda no meu...
-Um minutinho. Meu celular está tocando e, pela musiquinha, é o meu marido.
Oi, meu bem! Você vai lá? Olha! Não vá comprando qualquer um, hem? Escolha bem e pechinche bastante! “Quem não chora, não mama!”. Você conhece este ditado, não é? Está bom... Está bom... Eu sei que você o conhece, aliás, não era a sua mãe, que Deus a tenha num bom lugar, que dizia isto?
Carro velho?! Está doido, homem?! Nem pen-sar! Quero um semi-novo! Não vou perder tempo e dinheiro em oficinas! Tem que ser de 2004 em diante, ouviu? É branco, sim! Sempre quis ter um branquinho! Pelo amor de Deus! Não vá me dizer que se esqueceu a marca, que eu te falei tantas vezes?!? Que cabeça, hem!! Amor, espere um segundinho, que deu um problema aqui. É vapt-vupt.
Moça, por favor, dê-me uma mãozinha.
-Toma.
-Não, minha filha! Estou te pedindo uma ajuda!
-O quê que a senhora quer, doutora?
-Você sabe o nome de um carro com a letra C?
-Letra C?! Huuumm... Chevette.
-Não! Está ultrapassado! Nem fabricam mais isso!
-Cherokee.
-Esse é para rico! Eu quero um carro mais baratinho!
-Corsa.
-Não!
-Corolla
-Quem me dera! Nem sei quando vou poder comprar um desse!
-Ka.
-Ka não é com C.
-Citroen.
-Está sonhando, menina?
-Celta?
-É este mesmo!!! Amor, onde nós paramos? Ahhhhh... Na marca do veículo! É Celta, queridinho!  Cel-ta! Vê se anota aí, para não se esquecer de novo, viu?
Está bom... Sim... Sim... Hunrum... Agora, vou ter que de desligar, porque estou com paciente. Vou te esperar para almoçarmos juntinhos e, depois, passarmos na concessionária. Beijos.  Tchauzinho!
Pois é, minha querida, graças a Deus o problema está resolvido.
Vamos continuar com a nossa consulta.
Onde é mesmo a dor que você está sentindo?

Anna Célia Dias Curtinhas


Anna Célia
Enviado por Anna Célia em 01/09/2005
Código do texto: T46856

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anna Célia Dias Curtinhas _ http://annacelia.multiply.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Célia
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 70 anos
1158 textos (55245 leituras)
1 e-livros (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:11)
Anna Célia