Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CARIOCA

A amiga da minha amiga é uma senhorinha muito alegre e está sempre de alto astral.
Certa vez, ela estava na calçada da avenida Brasil, no Rio de Janeiro, tentando atravessar.
-Seu guarda, pára o trânsito para mim!
-Daqui a pouco eu paro, minha senhora!
-Por favor, seu guarda! Estou com muita pressa! Pára, agora!
-Já vai, dona!
-Estou atrasada! Minha consulta é para as nove horas e já são nove e cinco!
-Já disse que já vou, oras!
A idosa, então, fingiu-se de aleijada e, prontamente, o guarda de trânsito pegou no seu braço, para ampará-la.
A mulher fingia tão bem, mas tão bem que o homem não sabia se a arrastava ou se apitava, pedindo paciência aos motoristas.
No fim da peregrinação, a carioca empinou o corpo, começou a andar rebolando e ainda fez um “aviãozinho” para o policial.


Anna Célia
Enviado por Anna Célia em 30/09/2005
Reeditado em 30/09/2005
Código do texto: T55083

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anna Célia Dias Curtinhas _ http://annacelia.multiply.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Célia
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 70 anos
1158 textos (55229 leituras)
1 e-livros (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:46)
Anna Célia