Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A história de Gabi

A pequena Gabi sempre gostou de álbuns de figurinhas.
Coleciona todos que aparecem.
Faz as articulações mais mirabolantes com os amiguinhos: troca as repetidas e negocia as raras: uma rara por três ordinárias, uma rara repetida por duas ordinárias.
Sempre ganha na contagem de figurinhas.

Algo de curioso têm os álbuns de Gabi.
Em todos eles faltam as últimas figurinhas que completariam os álbuns.
Todas elas Gabi cola na porta de seu guarda-roupa.
E as aprecia feito tesouros.

Gabi boa escutadeira sempre ouviu muitas histórias, de criança e de gente grande.
Conversadeira só quando sente mútua atenção, Gabi ouve calada o que contam os gente grande desencantados: fulana que namora dois sicranos, sicrano que namora três beltranas, beltrana que namora fulanos e sicranos e beltranas.
Gabi atenta ri quando ouve o argumento dos gente grande pra tamanha confusão: “figurinha repetida não enche álbum”.

Gabi opiniosa outro dia falou o que acha disso tudo:
“Pois quando eu arranjar um namorado, ele pode até ter várias namoradas, mas quando ele me conhecer, quero que ele se encante por mim e fique só comigo: quero ser a última figurinha dele”.

Sábia Gabi quer completar alguém.
Cristina Carneiro
Enviado por Cristina Carneiro em 01/10/2005
Código do texto: T55480
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Carneiro
Fortaleza - Ceará - Brasil, 34 anos
56 textos (2431 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 19:01)
Cristina Carneiro