Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AFAGO LITERÁRIO

AFAGO AFAGO   LITERÁRIO


     A literatura é fonte inesgotável que mostra o caráter atemporal da alma humana.A literatura  é  o registro na memória  de cada um que retoma e recria histórias individuais, vinculadas ao coletivo.Todos nós temos literatura para fazer, por mais evadidos  que sejamos dentro das designações  impostas pela vida.Todos nós vivemos o pecado capital da trivialidade infausta de imitar
    Costumamos afirmar  que a violência exposta   nos grandes grupos, na TV, ou até mesmo  a violência dissimulada dentro dos pequenos grupos é imitada. Por que? Pois se dessas exposições  só se apreende  a parte negativa da vida. O que faz com que a índole  racional do ser humano sinta essa necessidade  funesta de imitar a maldade.
    Imitar, imitar, o arremedo da vivência do próximo é inerente  à vida animal.
    A cosmovisão do próximo é mais importante para nós que a nossa própria cosmovisão?
    Nosso cotidiano é feito de analogia com o cotidiano alheio.Então, consumimos o desnecessário acima do permitido financeiramente.
    Então, nos inscrevemos em cursos sem observar nossas aptidões e disposições, porque, ocasionalmente outros o fazem.
   Então, vamos a festas  quando desejávamos era um bom descanso  no lar, desobrigados de aparecer socialmente, e com isso extinguimos nossa própria liberdade.
    A amplitude dos aspectos bons da vida deixa de  ser observada para copiarmos o que nos cerca, mesmo assim, existe sempre a valoração subjetiva de nossa  história individual. A literatura está em nós.A literatura é o processo analítico implícito em nossas revelações interiores e exteriores mas passa despercebido  para muitas pessoas.
    Poetas, escritores e afins, apreendem  literatura todo tempo, não só como catarse ou depuração psicológica, mas também como busca de paz, de compensação lúdica.
   Quem faz literatura tenta chegar ao coletivo compromissado  com a interpretação de valores, submersos no tempo, ou, com a interpretação em plena imersão  na sua própria época.E isso é feito  sob a contemplação divina.Por mais mergulhado nos resíduos da imitação e da cópia, por mais despersonalizados e descaracterizados que estejamos, nossa identidade sempre  difere da dos outros, cada um de nós porta um universo literalmente único dentro de nossa história. Escreve tuas menções e não deixes de ler e interpretar os signos verbais  manifestados por outros que tentam travar contato direto com a tua humanidade.



                                                               JOYCE RABASSA

joycerabassa@hotmail.com
                                                                                         
                                                                                    Rua: Andrade Neves  3511
                                                                                      Cep96020 080
                                                                                          Pelotas . RS
joyce rabassa
Enviado por joyce rabassa em 07/10/2005
Código do texto: T57456
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
joyce rabassa
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
64 textos (1950 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:39)
joyce rabassa