Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMIZADE OU PAQUERA

Existe uma tênue linha separando amizade de paquera...
E nem sempre é aconselhável transpo-la...
Saber manter uma amizade sempre será uma sábia atitude...
Osculos e amplexos,
Marcial

AMIZADE OU PAQUERA
Marcial Salaverry
 
Supõem-se que entre pessoas de sexos diferentes não pode haver amizade. É um grande engano. Pode existir, e realmente existem grandes e leais amizades entre homens e mulheres, sem que haja desejo sexual de nenhuma parte.  Apenas aquele sólido e gostoso carinho que apenas uma grande amizade propicia.
E isso, tanto no virtual, como no real.  Apenas é preciso que se coloque bem as coisas, para evitar confusões.  Há que saber sentir bem até onde chega a amizade, e começa o amor. O limite entre o carinho e a carícia. Um toque de amizade, é dado com calor.  Um toque de amor provoca arrepios. Um beijo de amizade, é um beijinho, mas um beijo de amor... Bem... sempre será aquele beijo de amor... Para amizade, conversa-se, para amor, paquera-se.
Portanto, amizade e paquera,  são duas coisas bem diferentes, mas que são muito confundidas, pois muitas vezes simpatizamos com alguém, gostamos de bater um papo amigo com essa pessoa, mas somos mal interpretados, e com conseqüências nem sempre agradáveis.
Existem as duas faces da moeda. Tanto podemos ser mal interpretados como por estar tentando uma paquera, quando na realidade apenas desejamos manter uma amizade sem qualquer outro interesse, além da amizade propriamente dita. E a pessoa se afasta, magoada por termos sido abusivos, na sua opinião.
Também podemos apenas desejar uma reação amigável do outro lado, e somos surpreendidos com uma cantada explícita, que por vezes nos coloca em uma posição desconfortável.
Esta crônica foi inspirada por um e-mail recebido de uma nova amiga, L’Inconnue, que entre outras coisas me disse o seguinte:
Ser sincera e verdadeira, é mesmo uma qualidade minha.Acho que a internet faz confusão entre amizade verdadeira (mesmo virtual) e "paquera". Não esqueça, isso de internet ser como digo, quem quiser muda isso. Como eu já mudei muita coisa. Incrível, a gente consegue obter respeito. Mulher é poderosa, sabia? Nós internautas inofensivos e puros nos ofendemos quando pensam que ficamos aqui apenas para trocar infidelidade ou pornografia, palavras e piadas de baixo calão. Moralizar a internet, isso sim. Sabe, a gente na vida, é o meu lema, consegue tudo querendo.
Destaquei este texto, justamente por exprimir a opinião de uma pessoa que já está meio cansada de ser mal interpretada pelos “paqueradores de plantão”, que pululam na Internet.
Perfeitamente compreendido seu ponto de vista, amiga L’Inconnue. Agradeço sua sinceridade... é essa a maneira correta de entendimento.
Existe realmente muita coisa errada, que precisaria ser moralizada, além dessas paqueras sem nexo. Há que se paquerar, quando existe a concordância tácita de ambas as partes, e nesse caso, a conversa toma outro rumo, saindo fora da simples amizade, para o amor. E, é claro, quando ambos sentem o mesmo desejo, sempre será gostoso manter um romance, ainda que virtual.
Caso contrário, será assédio, e não paquera. Não podemos confundir amizade com romance.
Não apenas nesse sentido precisa haver moralização, pois é preciso que se moralizem os sentimentos, no sentido mais amplo da palavra,  evitando-se certas perseguições e picuinhas com a tentativa de destruir pessoas, sites ou seja lá o que for. O céu nasceu para todos, e a Internet mais ainda.  Vamos respeitar o trabalho alheio, para que o nosso também o seja.
Todos precisamos nos conscientizar de que não há nada melhor do que um trabalho de qualidade para ganhar a confiança e a assiduidade dos usuários.  Não se pode subestimar a inteligência de todos, tentando apenas destruir concorrências, questionando a capacidade de trabalho deste ou daquele.  Há que cada qual fazer sua parte com qualidade e competência, para assim, mercê de sua capacidade, “chamar” os usuários que, sabendo apreciar um trabalho bem feito poderão dar a preferência para quem melhor lhes aprouver.
É fundamental provar que podemos apresentar um trabalho de qualidade, sem nos preocupar com o trabalho alheio.  Cada qual que faça sua parte.  O que precisa acontecer, é formar-se um ambiente de respeito, com todos respeitando todos, e sendo por todos respeitados.
Nessa doce expectativa, começo minha parte, desejando a todos UM LINDO DIA.
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 08/10/2005
Código do texto: T57789
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19859 textos (1962936 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:27)
Marcial Salaverry