Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sofrimento, Parte 1

Não é engraçado quando você pensa que tudo é para sempre?
Não é engraçado quando você faz planos e eles são quebrados por uma fração de segundo?
Não é engraçado quando você se arrepende, e já é tarde demais?
Não é engraçado quando você finalmente se da conta e percebe o erro que foi cometido?
Não é engraçado quando você chora desesperadamente tentando entender o que aconteceu?
Não é engraçado quando você se isola do resto do mundo, quando na verdade você simplesmente quer o mundo junto de você?
Não é engraçado...

Dizer que tudo não podia estar melhor, quando na verdade você pensa como sua vida poderia ser pior?
Explicar para o mundo a dor de não entender o que é a dor?
Permitir se sentir assim, e se sentir bem por se sentir mal?
Ser hipócrita a ponto de dizer que já sabia que iria acontecer?

Ou ser covarde a ponto de desistir do que poderia ser lutado ou defendido?
Ou sentir o peso de respirar em vão dia após dia?
Ou viver a ilusão de te ter apenas em meus sonhos?
Ou implorar por um futuro, quando tem a certeza que não o terá?

Não é engraçado que, quando você se der conta de tudo isso, já será tarde demais?
Não é engraçado que, quando você entender, não há mais volta?
É tão engraçado, por que não estão rindo? Por que todos ao meu redor não estão rindo?
Riam, mensageiros da desgraça, riam...

E não pensem que algo é para sempre.
Não pensem que tudo é para sempre.
Pois NADA dura para sempre.
Não acreditem em promessas que não possam ser cumpridas.
Não acreditem em verdades que possam ser desmentidas.
Não demonstrem o medo, pois o medo só corrói a alma, pouco a pouco...

Alguém poderia me acordar desse sonho maldito? Pois não é tão fácil deixar de gritar, as palavras simplesmente escapam quando tento falar.
Alguém poderia dizer que isto é apenas um erro? Ou poderia me enganar dizendo que tudo é para sempre?

Não se preocupem comigo, pois nada dura para sempre...
Talvez quando perceberem que as areias do tempo estão acabando...
Irão entender que tudo é em vão... e ai será tarde demais...

Corram, façam a história acontecer, pois, se depender de tudo e de todos, você será apenas mais uma carcaça podre nesse mundo...

Mas até lá... continuem se machucando aos poucos... e entenderam o sofrimento de UM.

                                      Leirbag Beouve  16/6/07
Gabriel Prado
Enviado por Gabriel Prado em 26/08/2007
Código do texto: T624327
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gabriel Prado
Santo André - São Paulo - Brasil, 26 anos
49 textos (2436 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 19:25)