Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

......." AS JANELAS DA MINHA VIDA...."


    Quando o vento forte arrombou minha janela....sacudindo  as cortinas, esvoaçando como um amigo saudoso dentro da minha casa,
me senti acompanhado...uma presença antiga...o vento na minha janela me trouxe enormes e boas lembranças...de tempos e coisas...e
pessoas...e  .... outros ventos...  Nem tentei fechar a janela..deixei que ele entrasse e ficasse á vontade...bem vindo em minha casinha...
    Me debrucei sobre a soleira da minha janela, e  incêndiei um cigarro
e fiquei pensando em todas, ou quase todas as janelas da minha vida...
me lembrei das minhas janelas, quando eu era criança e minha amada
MÃE estendia roupa no varal, eu achava aquela visão algo supremo...
as roupas cheirosas naquela tarde de sol, e  minha Mãe com suas mãos
lindas colocando uma á uma no varal...era magnífico assistir aquilo....
depois, já em outras janelas, quando eu acompanhava meu Pai em
seus" compra e vende" de carros.., uns grandes...outros pequenos,azul
branco, vermelho...eu não via a hora de poder " andar" num deles.., e
tive outras janelas, já mocinho, copiava os movimentos da minha doce
vizinha..a Rosaninha..loirinha,olhos azuis, meiga e dona dos meus mais
sinceros desejos de amor eterno.., tive janelas, onde assiti trovões e
raios, tempestade avassaladora, que fazia brotar da terra, um cheiro
de natureza escondida...foram muitas janelas...bem depois, já com a
barba que minha face ganhou de presente do tempo, decorei arabescos no vidro da janela, enquanto a neve caía silênciosa nas
calçadas de Nova Jersey...a rua ficava branquinha e suave...,e eu
com um café quentinho nas mãos, olhava  pela janela e me lembrava
de minha Mãe, que naquele momento  estava distante de mim, em
terras brasileiras....
      Se passaram muitas janelas em minha vida..., e hoje, já bem mais
escolado pelas visões de tantas janelas, não sinto mais o orgasmo de
outras janelas...não sei se foi o tempo...., ou se foi o sol, ou quem
sabe mesmo as paisagens traidoras, que mudaram como as miragens
do deserto...não sei se minha felicidade já não é mais a mesma,pela
janela atual, ou , se por mim mesmo...sei que tinha a ilusão linda e
maravilhosa da felicidade contida em minhas janelas...não sei se foram
as janelas que mudaram completamente, ou quem mudou fui eu...,mas
talvez, seja a maneira de ver as janelas....talvez a ilusão está lá...,no
mesmo lugar de sempre....mas é preciso saber olhar pelas janelas,para
que eu possa me sentir completamente FELIZ..., pode ser que ainda
eu veja muitas coisas belas nessa e em outras janelas que virão, mas
terei que aprender a olhar de outros ângulos, para que eu possa me
encher de ilusão e outras vezes...mais vezes..possa me sentir FELIZ.

    Trindade
trindade
Enviado por trindade em 28/08/2007
Código do texto: T627315
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
trindade
Blumenau - Santa Catarina - Brasil, 39 anos
386 textos (27308 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:23)
trindade

Site do Escritor