Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Mundo hoje

Viver já não é como antes: Os olhos se voltavam para o céu espiando o prateado da lua
Admirando a variedade de estrelas.
Nas grandes cidades só fumaça e muro, nas pequenas, o descaso,
Dias passam sem se darem conta de que estão sob a grande criação de Deus.
Conversas nas calçadas são coisas do século passado.
A televisão com sua programação mascarada preenchem o espaço do diálogo em família.
A ânsia pelos domingos e feriados só pra ficar com a família reunida, é substituída por outros valores.
Quem dera ter de volta a época em que só se prendiam ladrões de galinha!
Hoje se prende até ladrões de gente!
O mundo parece à beira de um precipício e  todos nós somos vítimas de nós mesmos.
Tornamo-nos seres alienados, vivemos de aparências e somos hipócritas!
Os poucos que tentam impor suas opiniões, são massacrados, pisados
e banidos da sociedade.
Os que estão no poder só tem direitos e  os que estão abaixo deles só tem deveres.
Sonhar? Sonhar tornou-se caro. Nossos maiores sonhos são podados
E a nossa liberdade roubada.
Já não temos medo de morrer, temos porém, medo de viver.
Os jovens não mais valorizam sua juventude, exploram-na da forma errada,
Vivem loucamente, numa corrida constante, nunca param para assistir a
um pôr do sol enquanto se pode vê-lo.
A humanidade mais do que nunca é desumana.
Destrói seu próprio habitat dia após dia.
E o eterno pensamento continua:
O mundo precisa mudar!
Tudo vira manchete de jornal,
Catástrofes e mais catástrofes.
E o poeta na sua loucura sadia
Poetiza tudo
Amenizando a dor do bélico universal,
Mas não é manchete de jornal.


Virginia de Santana
Enviado por Virginia de Santana em 29/08/2007
Código do texto: T629409
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Virginia de Santana
Anísio de Abreu - Piauí - Brasil, 35 anos
191 textos (35052 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:33)
Virginia de Santana