Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIVER É AMAR

           Levante-se bem cedo e sorria para o mundo. Essa é uma maneira entusiástica de começar o dia. Sorrir para o mundo quer dizer fazer tudo aquilo que o seu coração pedir. Quer dizer, amar intensamente o momento atual. Levar a alegria a todos os ambientes por onde passar. É amar a vida como se não houvesse amanhã.
           Há muito tempo vivemos enclausurados dentro do que chamamos "opinião pública". A liberdade foi ceifada no momento em que o ser humano conheceu o seu ego. O ego se preocupa com a opinião alheia. Por isso, continuamos percorrendo a estrada do sofrimento. Com passos morosos de quem carrega o olhar alheio sobre si, perambulamos trôpegos por caminhos insólitos.
            Vivemos sob o império dos desejos. Todos os dias novas aparências batem a nossa porta e nos apresentam a triste faceta de um mundo utópico. Um mundo que só existe no imaginário pueril de mentes decadentes, transtornadas por que no ápice da realização dos desejos, descobrem um imenso vazio. E perguntam: O que falta para mim? Tenho tudo que qualquer pessoa pode desejar e ao mesmo tempo nada para realmente me sentir feliz. Neste momento, o castelo de cartas desmorona. O ser se sente pobre em meio a riqueza.
             Eis a maior doença do homem: o apego ao ego. Qual a prevenção? Já foi dita: Levante bem cedo e sorria para o mundo. É simples. A receita está escrita em todo lugar. Os pássaros e as crianças a conhecem bem. É a pureza da alma, é o sorriso angelical, é o abraço maternal, é a confiança, é o respeito, é a paz, enfim, é o amor à vida. O amor sem restrições por todos os acontecimentos que revestem a existência. É sim! E mesmo quando uma tragédia acontecer e vier o sofrimento; o coração cheio de amor pela vida conquistará a vitória. A vitória do amor contra o sofrimento. A vitória da vida contra a morte. Enfim, surgirá o ser livre, pleno, como Aquele que viveu há dois mil anos atrás e conseguiu a grande conquista de permanecer vivo no coração de todos, a despeito da própria morte. Por que nunca houve tanto amor pela vida. Por isso, liberte-se do ego, e descubra a vida através da arte de amar...
Leandro Ferbatty
Enviado por Leandro Ferbatty em 29/08/2007
Reeditado em 01/10/2007
Código do texto: T629468

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leandro Ferbatty
Bom Despacho - Minas Gerais - Brasil, 33 anos
40 textos (5193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:52)
Leandro Ferbatty