Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALGO SOBRE O AMOR

Acredito que não exista ser vivente que não
queira viver o amor com amor...
E basta saber amar para consegui-lo...
Osculos e amplexos,
Marcial

SOBRE AMOR SEMPRE HÁ ALGO A SER DITO
Marcial Salaverry

Uma conclusão fácil de se chegar, é que o Amor é algo quase indefinível, pois ninguém é capaz de explicar a lógica desse sentimento. Sentimo-lo e pronto. Apenas pode-se dizer que o Amor se confunde muito com a Amizade, ou será o contrário, pois ambos são análogos.
Por vezes julgamos amar uma pessoa, e na verdade o que sentimos é um forte sentimento de carinho, de amizade. Uma amizade muito forte e sincera, que parece ser o amor.
Aliás, não deixa de ser amor. Não aquele amor físico, que nos faz desejar a pessoa objeto de nossos pensamentos, mas um sentimento muito mais forte, sincero e bonito do que o amor propriamente dito.
Quando gostamos de uma pessoa, aprendemos a admirá-la por suas virtudes, por suas idéias. Às vezes, esse sentimento de admiração é confundido com amor. E não deixa de ser amor, embora não seja o chamado amor carnal.
O amor é a personificação de nossos desejos mais secretos. Começamos a amar quando vemos numa pessoa a conjunção de nossos ideais.
Aqueles sonhos secretos de infância, por exemplo. De repente, surge na nossa frente alguém que representa tudo aquilo. É o suficiente para nos apaixonarmos. Pensamos ser esse o amor de nossa vida... Mas não é, e frustramo-nos com a volta ao mundo real.
Daí, pode se deduzir que o amor é um sentimento efêmero. Tem vida breve.
O que perdura, é a amizade. Casamentos que sobrevivem ao tempo tem uma explicação simples, qual seja, os conjugues passaram a ser parceiros. Souberam conduzir aquela atração inicial para o amor, e do amor, para a amizade, responsável pela durabilidade da união.
Uma das coisas responsáveis para esse encadeamento de sentimentos, está representado pelo pensamento abaixo, mais uma das pérolas do já famoso L'Inconnu, vejam se não tenho razão:
Saber admirar o belo na pessoa amada, é saber amar... Saber perdoar os erros, é saber amar ainda mais.
A primeira parte, está explicada. Sentimo-nos atraídos por admirarmos o belo na pessoa amada.
Todavia, com a convivência, começamos a descobrir as divergências existentes, e saber entender que esses problemas são superáveis, é quando passamos da fase de atração inicial, para o amor, e depois a amizade.
Há que se pensar também em um tema muito atual, qual seja o Amor Virtual, e a Amizade Virtual, sentimentos que se manifestam, até mesmo sem sequer conhecermos as pessoas, e sentimos algo de indefinível numa simples troca de emails. O que será isso? É uma outra história, que fica para uma outra vez...
Por enquanto, contentem-se com o que já está lá em cima, e TENHAM UM LINDO DIA.
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 31/08/2007
Código do texto: T631989
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 78 anos
20813 textos (2049645 leituras)
3 áudios (887 audições)
6 e-livros (2158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 04:31)
Marcial Salaverry