Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM DIA DE SOL


Ta demorando à bessa.
Só quero um. Um dia de sol.
Um dia na praia.
Na boa.
Comendo e bebendo tudo o que tenho direito.
Infelizmente não gosto de cerveja,
Mas se gostasse...
Tem nada não, adoro Coca Zero.
Pra mim, ta beleza.
Também num gosto de comer caranguejo não.
Esse eu dispenso
É um tal de quebrar, cortar a língua.
Ficar com cheiro ruim na mão.
No final tirar um “tico” de alguma carne que ele possa ter.
Não, isso também num dá não.
Prefiro algo já prontinho...
Ficar bronzeada, isso, no maior sol...
Isso se não levar as crianças, que vai ser difícil...
Com crianças é fogo.
Você tem que ta olhando.
Brincando...
Comprando picolé, pipoca, pipa e o escambau!
Olhá-los quando estão no mar (do contrário, se afogam... ou pior, somem).
Sendo aqui em Recife tem que tomar cuidado com os Tubarões.
Esses estão meio arretados com Suape.
Então, continuando... Jogar frescobol (mas antes passar bem protetor porque depois dos 40 num tem mais volta, tudo perde a validade, aí tem que conservar na “tora”). O negócio é que quando começamos a jogar, as crianças querem também, aí é fogo. Ao invés de jogar ficamos pegando as bolas que caem bem longe, se possível sempre em cimas dos outros.  Bem, pelo menos dá pra fazer algum exercício... Além de pedir desculpas...
Bem, é mesmo uma delícia.
Só que às vezes as crianças tomam muito sorvete, bebem muito refrigerante e comem amendoins demais, por isso, da última vez voltei mais cedo. Um deles queria fazer cocô.
Convenhamos, na praia é demais...
Beleza né?
Bem...
Pensando melhor, vou ficar por aqui mesmo...
 Escrevendo essas bobagens. É melhor, bem melhor... (rs rs rs).
TACIANA VALENÇA
Enviado por TACIANA VALENÇA em 31/08/2007
Código do texto: T632859

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TACIANA VALENÇA
Recife - Pernambuco - Brasil
1956 textos (149074 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 15:21)
TACIANA VALENÇA

Site do Escritor