Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Caminhoneiro

     Seu Alcides era um caminhoneiro meio velhote e gorducho,tinha uma aparência engaçada,e bebia muito e era agressivo.Dizia ele, que o Brasil era um país safado, cheio de gente corrupta, que não conseguia nem tapar os buracos das estradas.E ele ia mais além, dizendo que se tivesse uma bomba ,jogaria em cima do    congresso nacional;e mesmo que viesse a morrer depois daquele ato que ele considerava heroico, morreria comemorando, e dava uma risada bem grande.

      Uma certa vez,ele estava bebendo em um bar na zona boêmia da cidade.Bebendo e comendo,comendo torresmo.E lá pelas tantas, o torresmo começou a fazer efeito, e seu Alcides cagou-se todo.O bar ficou com aquele cheiro,digamos,nada agradável.Seu Alcides teve que assumir o que tinha feito, e o levaram ao banheiro e deram-lhe um banho.E como não havia ali nenhuma roupa que lhe coubesse, ele pediu um lençol e o enrolou em seu corpo; e continuou a beber ,e falava alto, causando estranheza a quem chegasse àquele local.Depois de algum tempo ali,bebendo e falando e conversando,seu Alcides pegou um taxi e foi para casa.Ao chegar de frente a sua residência, uma velhinha , vizinha sua,ao vê-lo daquele jeito,perguntou-lhe o que havia acontecido.Seu Alcides deixou cair, o lençol. A velhinha tomou um susto, deu um grito e entrou correndo. Seu Alcides ,rindo alto,entrou em sua casa.
Soleno Rodrigues
Enviado por Soleno Rodrigues em 01/09/2007
Reeditado em 05/03/2017
Código do texto: T633480
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Soleno Rodrigues
Vitória de Santo Antão - Pernambuco - Brasil
483 textos (37152 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 08:08)
Soleno Rodrigues