Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS ANJOS ESTÃO POR AÍ.

OS ANJOS ESTÃO POR AÍ.

Quando pensamos em anjos, logo nos vêm à mente seres fantásticos de pura inocência e de rara beleza. Símbolos da pureza, de brancura intensa, com suas enormes asas, voariam sobre nós, meros mortais, com a incumbência de nos livrar dos perigos, de nos proteger, às vezes, até de nós mesmos, imperfeitos que somos. Enviados por Deus, estariam espalhados pelo mundo como embaixadores da bondade e da paz num mundo em ruínas.
Quanto engano! Quem assim pensa certamente não tem a capacidade de ver nada além de si mesmo. A verdade é que eles estão por aí, nos lugares mais improváveis, da forma mais inacreditável possível. Olham-nos de longe ou de perto e nos chamam a atenção para os erros, elogiam-nos no acerto, fazem-nos sorrir e nos emocionam. Quando nos criticam, temos raiva deles às vezes. Mas aí lembramos que, com suas críticas, crescemos em todos os aspectos. Quando nos fazem chorar, se for de alegria, beijamos-lhes a face, com carinho; se for de tristeza, nós os julgamos maus.
No entanto, quando temos medo ou nos sentimos desamparados, eles é que correm a nos estender a mão sempre pronta a nos amparar. Se somos, de alguma forma, ameaçados, transformam-se em nossos escudos, mesmo que, para isso, eles próprios se coloquem em perigo e até possam morrer por nós. Para que consigamos sair da escuridão em que nos encontramos, abrem-nos todas as janelas e portas do mundo e, gota a gota, inundam de luz nossos caminhos, mostrando-nos todas as possibilidades que ainda não havíamos percebido. Mas o melhor disso tudo é que sempre acabamos aprendendo com eles. Aprendemos a amá-los, a reconhecer neles fonte de inspiração para vivermos melhor, para sermos melhores.
Pode-se até dizer que ser anjo é sim uma missão divina. Entretanto, os que têm tal incumbência não dependem de asas nem de poderes extraordinários para cumpri-la. Tudo de que eles precisam é olhar para os outros com os olhos do coração. O fato é que os anjos vivem entre nós, como iguais, mas nem sabem. Que bom que vocês existem, meus anjos.
Everton Falcão
Enviado por Everton Falcão em 05/09/2007
Código do texto: T640166
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Everton Falcão
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
138 textos (8896 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 17:10)
Everton Falcão