Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A VIDA

A VIDA

A vida é constante lição para todas as criaturas. É sublime, é eterna, é como uma viagem; existe sempre o momento da partida e o momento para o retorno. Tudo tem uma razão na vida, seja no instante de viver, seja no encontro com nós mesmos. Na autoridade do ser, nos momentos felizes, nos momentos de tristezas, nos aborrecimentos, na vaidade, no orgulho, mas não devamos esquecer que a vida foi feita para se viver. A vida é um ensinamento que não basta ser dito na linguagem compreensível, outros parâmetros são necessários como: a capacidade de ouvir, amar, perdoar, entender, realizar prodígios de caridade e fraternidade. É lindo falar e realizar obras em prol da vida, principalmente dos irmãos mais carentes e necessitados. As pessoas são presentes de Deus, mas sempre aparecem alguns para desvirtuar sua finalidade. A vida é composta de estradas e destinos, bons e mal, sendo que a tolerância e o perdão devem nos seguir de perto a fim de que nossas palavras não se percam no vazio. Maldade para quê? Se o mundo é tão bom! O homem criado simples e “ignorante” complica tudo no orbe terrestre. Perde a razão, a fé, o amor e passa agir como os animais, pelo instinto. Dessa resultante vem a violência, a miséria, a fome, as doenças, os males que só o homem pode ser acometido e acometer.
A inteligência perde sua finalidade e o homem passa a agir como animal. Vêm os vícios, as provocações, as intolerâncias, enfim vale o clichê popular: “por mais sabias que sejam as palavras de um bêbado, elas serão ridicularizadas por causa do contra-testumunho de quem diz”.  Quem não consegue deter-se diante de um cálice, cale-se!!! “O mistério de Deus é como uma infinita linha de trem: aos poucos vamos conhecendo suas estações, até mergulharmos no seu infinito!”. Que se exterminem da Terra aqueles que rezam na cartilha dos meliantes, dos criminosos, dos corruptos, dos agenciadores da desgraça alheia. Afinal queremos a paz, e é pazeando que vamos consegui-la. “A guerra é uma indústria que mata os pequenos acionistas! Dessa guerra não se leva vantagem em nada”. Senhores acionistas do mal, tomem o milagroso remédio do bem, em doses cavalares ou homeopáticas e passem a cultivá-lo, pois enquanto, o ser estiver inserido no mal, a situação drástica em que vivemos, será sempre uma rotina. A seriedade é a internacionalização do compromisso; nenhuma tarefa em nome de Deus pode ser conivente com a leviandade. Apomos esse conceito porque a leviandade entre as pessoas está se tornando banal, a postura ética daqueles que convivem conosco não será diferente da do facultativo que jurou honrar com denodo, dedicação com assimetria com o segredo profissional. A vida bem como o Amor presente, está alicerçada no nosso dia a dia.
Num choro forte de criança nascendo, mostrando seu primeiro contato com o mundo, numa união concretizada, resultando numa união feliz, gerando numa flor que desabrocha de forma estonteante, metamorfoseando-se no olhar triste do idoso, na alegria de uma criança que sempre valorizaram o amor! Vida, amor são sinonímias de palavras abstratas que sempre nos acompanham. Qual delas terá vindo em primeiro lugar? Não importa! Deus planejou e criou o mundo, colocando tudo em ordem e em seus devidos lugares. Criou a natureza com suas belezas naturais, entre elas: os rios, os mares, o sol, a lua, as estrelas, flores e pássaros. O ser humano, macho e fêmeo os criou. O mundo estava pronto, mas o paraíso não seria bem um paraíso, pois surgiu um deliberado pecado original, que veio amaldiçoar o sexo, mecanismo necessário para a procriação. Se tudo foi criado com imenso amor, jamais poderia Deus tornar o sexo uma forma nojenta da perpetuação da espécie. E os animais que procriam normalmente pelo instinto maternal, também possuem essa nomenclatura idiota de pecado original?
A humildade é a chave da graça, e a graça é a chave do coração, os donos do mundo são donos apenas dos danos, o ressarcimento é imponderável!! O amor transformou-se num nobre sentimento da criação e consequentemente da vida. Cristo disse: Sou o Caminho, a Verdade, a Vida. Sobre o amor também se manifestou e falou: Moro nos cumes, nos abismos, no silêncio, onde domino o mundo, pois vida sem amor é um grito parado no ar. “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei”, viva de forma que as coisas que você faz e toca fiquem para sempre como mensagens de amor! Amor é vida, amar é uma esfera com chegada certa! A maior virtude da vida é a prova de amor com participação. O grande Raoul Follereau assim se expressou: “Tenho a certeza de que a caridade triunfará, um dia, da violência, do egoísmo e do dinheiro”. Tenho a certeza de que há de vir um dia em que não haverá mais carestias, injúrias e guerras; mais crianças sem amor, velhos sem lar; um dia em que todos os que viverem, terá o direito de viver... Em paz. O pensamento de nosso irmão Neimar de Barros está sempre acompanhado de sensações de vida melhores para a humanidade com as bênçãos de Deus. Quem rouba a paz, também é ladrão! Quem subtrai o amor não merece perdão.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES/MEMBRO DA ACI/ALOMERCE
Paivinhajornalista
Enviado por Paivinhajornalista em 06/09/2007
Código do texto: T641519
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paivinhajornalista
Fortaleza - Ceará - Brasil
2227 textos (808117 leituras)
1 e-livros (164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:50)
Paivinhajornalista