Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIVOS E REDIVIVOS


VIVOS E REDIVIVOS


O homem quando tem medo de morrer procura as mais diversas formas de contrariar a quem pensa assim. Os que não têm medo da morte e não querem viver bem, são portadores de distúrbios graves ou estão - mais próximo dela, por sua vontade própria. Mas, essa prática é abominável e jamais devemos pensar e sim confortar os que vivem isolados da sociedade por falta de caridade, de amor, ou mesmo da incredulidade humana. O maior enigma da vida é a morte, mas o maior enigma da morte é a vida, por isso devemos viver felizes, alegres e sempre fazer o bem, pois a vida é um dom divino que Deus nos deu. O homem pelo seu instinto de conservação jamais irá entender porque a morte faz parte de seu dia-a-dia. A morte do corpo ocorre com a desagregação da matéria, causada pelo esgotamento dos órgãos, a essa fato chamamos de estagnação biológica. Para os espiritistas e espiritualistas a morte não existe. É apenas a passagem do mundo material para o espiritual pela liberação do perispírito do corpo carnal. O mesmo que desencarne. Representa o momento da transição quando então, o espírito encerra mais uma experiência terrena, retornando automaticamente para o estado de erraticidade. Todos somos Espíritos e a única diferença que existe entre os que estão no mundo espiritual para nós, é o despojamento da vestimenta grosseira, a carnal.
E nós espíritos terrenos ainda estamos de posse dela. Se aqui temos livre-arbítrio, lá no mundo espiritual acontece o mesmo. A nomenclatura usada é a de vivos e redivivos e não vivos e mortos. O dia de finados deveria ter outra conotação mais afável, “o dia dos vivos e redivivos”. A vida se renova através da reencarnação ou ressurreição como queiram. Só que a ressurreição só acontece através do Espírito e não da carne. Essa passa a responsabilidade do fluido cósmico ou fluido universal e da decomposição que servirá de alimentos para os vermes e bactérias. Assunto assaz muito interessante para uns e complicado para outros, dependendo da religião ou conhecimento da ciência espiritual. A morte está longe de prejudicar o homem (espírito), ela o chama a se recolher no mundo invisível quer para reconhecer suas faltas e lamentações, quer para esclarecer ou preparar-se para firmes e salutares resoluções, e um retorno a nova prova na vida terrestre. Se fossemos analisar ao pé da letra, nós morremos e renascemos todos os dias, durante a noite quando dormimos e durante o dia quando acordamos.
 O homem pela sua condição de imperfeito ainda sente muitos impactos com a morte pelas lembranças, pela saudade, pelos momentos felizes, a ausência da amizade carnal desfeita. Nascemos simples e “ignorantes”, além do mais, imperfeitos sempre a cata da perfeição. Por isso estamos inseridos num mundo de provas e expiações.  Convém salientar que o único Espírito Puro que pisou o Orbe terrestre foi Jesus Cristo que veio pregar a paz, o amor, a fraternidade e a caridade. Foi vítima da imperfeição humana, a inveja, em conseqüência teve a pena de morte decretada, através da crucificação. A verdade é que Deus nunca esquece seus filhos amados, pois proporciona a certeza de que um dia - estaremos convivendo com nossos entes queridos. Deus jamais quer ou deseja que no fundo de uma cova o tesouro da paz não pese mais que um sonho no fundo da noite. Turva fumaça apenas é a ilusão da morte. E por trás dela a vida é que é fogo forte. Por isso Jesus ressuscitou e passou 40 dias e 40 noites entre os humanos. O nosso diálogo de coração para coração através do pensamento e da sintonia, lá do outro lado eles se sentirão reconfortados e felizes com certeza. A vida de paz, de amor e felicidades é a que desejamos e para conseguirmos temos que sair do mundo de provas e expiações para um novo mundo, o de regeneração. Se o homem amasse a vida pela importância nunca tiraria a vida do próximo. A única solução para a violência é o amor.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E ACADÊMICO DA ALOMERCE
Paivinhajornalista
Enviado por Paivinhajornalista em 12/09/2007
Código do texto: T649415
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paivinhajornalista
Fortaleza - Ceará - Brasil
2228 textos (809278 leituras)
1 e-livros (164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 01:55)
Paivinhajornalista