Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A amizade transcende fronteiras

Estavam as duas assistindo a um filme.Uma boba comédia.De repente, Malu levantou-se assustada, olhou para Carol e sussurrou:
-- To com medo...
Carol concentrada no filme nem havia se dado conta do que acontecia, só perguntou:
-- O que foi Malu?
-- Carol, eu to com medo!Muito medo!
-- Medo?Medo por quê?Vai dizer que é por causa daquele idiota do...
-- Não, não – interrompeu Malu – o Carlinhos é passado, tenho mais nada com ele e por ele não sofro mais, você sabe.Meu medo não é que ele faça aquilo de novo não... é algo mais sério.
-- Ahn... mas sério tipo o quê?
-- Tipo, a morte.Me deu muito medo agora da morte.
-- Ah não, pode ir parando garota, que papo mais pra baixo...
-- Cá, acho que vou morrer!
-- Claro que não Malu!Você sabia que anjos não morrem?
Agora, só se podia ouvir ao fundo as risadas no filme e mais baixo ainda um choro, que aumentava gradativamente.Malu não sabia como, mas tinha certeza que aquele abraço que recebia agora era o último que ganharia da amiga, da melhor amiga.Um aperto no peito ela sentiu e pensou: “Vou morrer mesmo, mas por quê?”. Ficaram ali mais algum tempo, num abraço infinito.Carol foi embora e Malu ficou lá, esperando a morte...

Manchete do dia seguinte num jornal qualquer: “Mais uma jovem vítima de bala perdida no Rio”.

Ela não acreditava, estava ali naquele lugar e a outra lá estava, deitada.Só conseguia chorar, num momento em que consegui controlar-se, aproximou-se, lentamente, do caixão.Lá estava, com um semblante sereno, a sua amiga.Com aquela blusinha amarela, que adorava e a calça preta que sempre usava quando as duas iam sair.Continuava linda como sempre.Parecia dormir.Aproximou-se mais...tocou suas mãos nas dela, aquelas mãos que tantas vezes nos momentos de tristeza haviam acarinhado-a, estavam agora frias... então é verdade.Disse apenas:
-- Um dia você disse que anjos não morrem, mas você mentiu!Meu maior anjo se foi para morar com as flores!
Mal sabia ela que ali a seu lado um ser recoberto de luz sorria e sussurrava:
-- Claro que não menti!Estou aqui do seu lado Malu!Sempre e pra sempre!Te amo minha querida!
Malu só pode repetir, sem saber de onde vinha a inspiração:
-- Sempre e pra sempre te amo!
Aliene Cássia
Enviado por Aliene Cássia em 14/09/2007
Código do texto: T652817

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Aliene Cássia - www.lienacoes.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aliene Cássia
Três Corações - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
46 textos (1851 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 08:44)
Aliene Cássia