Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caminhos que unem

Estavam dois homens caminhando lado a lado, nenhum tinha notado a presença do outro.Quando perceberam, se assustaram muito, pois aquela estrada comprida, em que vinham caminhando a tempos sempre foi um pouco deserta.As únicas pessoas que viam, eram alguns conhecidos, mesmo assim, nunca ficavam tão perto como estavam agora os dois.
Os conhecidos, apesar de serem pessoas que conviviam com os dois, sempre estavam distantes, quase sem contato.

Mas agora os homens se viam numa situação um tanto inusitada, caminhavam, sem saber pra onde e nem o por quê, ao lado de um desconhecido completo.Os dois se perguntavam, quem é esse aqui do meu lado?De onde surgiu que não percebi?Por que caminha pela mesma estrada que eu?
E essa dúvida inquietava a ambos, porém mesmo sem entender, continuaram seguindo lado a lado.

Foi então que perceberam algo estranho.Todos haviam sumido.Nenhuma das pessoas que conheciam estavam por perto.Para os dois a estrada começou a parecer assustadora, tiveram medo pela primeira vez, pois pareciam estar desamparados.
O que aparentava estar mais cansado da longa jornada em um momento de distração tropeçou em uma pedra e parecia que iria cair, quando seu companheiro de caminhada o amparou de forma quase instintiva.Após ajudá-lo a se equilibrar, o homem se afastou.
Não trocaram palavra alguma, afinal mal se conheciam não é?

Agora apesar dessa falta de informação existente seguiam pela estrada deserta confiando mais em quem estava a seu lado.Contudo, a dúvida pela identidade um do outro ainda persistia.Precisavam descobrir o por que de estarem ali juntos.
Apesar da curiosidade, a falta de coragem os impedia de perguntar ao outro quem ele era.Pensavam que poderiam estar sendo indiscretos ou qualquer coisa assim.Entretanto a curiosidade os impedia de continuar andando sem saber quem estava a seu lado, então os dois reuniram a coragem que possuiam e quase ao mesmo tempo olharam para o lado e perguntaram:"Quem é você?"
Ao perceberem a coincidência os dois sorriram.Se cumprimentaram e se apresentaram.
Parados agora que percebiam o quanto haviam caminhado juntos e também como a estrada era longa, cheia de pedras e espinhos.Viam também que ainda faltava muito para o seu final.
Um deles vendo algumas pedras maiores que poderiam servir de banquinho para eles, deu a idéia de se sentarem para descansar e conversarem.
Depois de terem descoberto o que os levava a terem caminhos iguais, começaram a pensar o quanto longa ainda seria a jornada.

Discutiram o medo que tinham de não conseguirem chegar ao final, mas um deles com grande sabedoria disse que se continuassem juntos um ajudaria o outro e no final os dois seriam vencedores.
Aliene Cássia
Enviado por Aliene Cássia em 14/09/2007
Código do texto: T652825

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Aliene Cássia - www.lienacoes.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aliene Cássia
Três Corações - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
46 textos (1856 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 09:03)
Aliene Cássia