Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E ai, como é que fica?

E aí, como é que fica?


   Marlene B. Cerviglieri


As especulações em torno da sociedade família são muito grandes mesmo.
As acusações são muitas, respostas e soluções poucas.
Fica difícil achar o fio da meada é uma situação muito delicada.
Alguns colocam a culpa no progresso, eu acrescentaria na ganância também.
Com um progresso contínuo todos querem mais e se não tiverem vão se sentir para trás.
E seria como uma corrida ao ouro para se obter o que a sociedade chama de status.
Atrás disso, todos os chefes de família têm que correr mais, e nessa corrida os filhotinhos ficam a deriva nas mãos muitas vezes de pessoas que não possuem qualificações para educá-los.
Fazendo todo este esforço não sobra tempo para nada nem para si mesmo e, a tal chamada família vira um grupo de competidores.
Os pais competindo com a sociedade que os cercam, os filhos fazendo um monte de coisas erradas querendo chamar a atenção.
Hei, olha eu aqui pó!
Mas não adianta as regras começam a se estabelecer de acordo com esta nova sociedade.
Cada um faz sua vida fechado em seus mundos, de negócios para uns, de vícios para outros e até de solidão.
Surgem para as crianças os amigos invisíveis que aos poucos vão se transformando em visíveis.
São os seus heróis ao invés dos pais.
A violência cresce dentro da própria casa, agredindo-se verbalmente e fisicamente também.
O caos esta formado e, portanto levar para a rua esta agressão é moda hoje.
Até a língua que falamos esta se modificando, criam um dialeto e nele vejo embutido lá no fundo um pedido de socorro.
Será que em alguma nova época isso mudaria?

Que seria preciso para tal reforma?
A lição os exemplos vem de todos os lados.
Como enganar, como tirar vantagem, mentir o tempo todo.
Estive conversando com um garoto que o que mais queria na vida era um almoço em família.
Explicou-me que nunca almoçou, só comia sanduíches preparados por pessoas pagas para isso, ou ele mesmo os fazia.
A carência ali era tanta que ardiam os olhos em ver.
Só sei que para qualquer lado que se corra em busca de ajuda, não se encontra.
Como preservar sua família então?
Difícil de responder, creio que não há mais solução.
A sociedade família está falida, se desfazendo,dando lugar a uma
comunidade corrosiva gananciosa completamente indolor sem
nenhum tipo de afeto a oferecer, desprovida mesmo de qualquer sentimento.
É então que pergunto?
E ai como é que fica?

MBC
Marlene Cerviglieri
Enviado por Marlene Cerviglieri em 15/09/2007
Código do texto: T653795
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marlene Cerviglieri
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
151 textos (30489 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:28)
Marlene Cerviglieri