Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maior amor do mundo.

Será possível viver uma vida inteira convivendo com muitas pessoas, amando tantas outras, e mesmo assim ser incapaz de distinguir uma na multidão, e dizer: 'Poxa, é você que amo mais!' ?

O amor seria então um sentimento sem medida? sem intensidade? sem brilho?
 
Quando li o título de um filme recente, fui envolvido por camadas de dúvidas e levei horas a fio pensando... será possível mesmo medir o amor que sinto pelas pessoas? e poder dizer, esse amor que sinto por fulano é 1mm maior do que todos os outros amores, portanto... fulano eu te amo mais!!
 
Até porque acho muita hipocrisia afirmar que amamos a todos com a mesma intensidade, isso é boataria. Sei que existem amores de todos os tipos, amor de amigo, amor de irmão, amor de carne, amor de alma, amor de adoração...
 
Amamos cachorros, gatos, chinelas, calças, livros, filmes, pessoas, momentos, chuva.... basta pesquisar no orkut: AMO. E lá se vem milhões de resultados. Tudo, até mesmo aquilo tem uma legião de pessoas que se diz amante.

E tudo isso ainda vem pra aumentar minha indagação inicial, será que posso amar bolo de chocolate mais o do que amo a minha irmã?

Imaginem a cena: uma pessoa tem em uma das mãos uma fatia mais deliciosa de um bolo perfeito de chocolate, e na outra a sua frágil irmã querida. Será possível ter dúvidas na hora da escolha?

Ok! exagerei um pouco no exemplo. Mas não tem que ser exagerado quando se fala em amor?

E é da mesma pessoa que cantou e bradou o exagero no amor, Cazuza, que durante muito tempo tirei esta frase como a que expressa realmente o maior amor do mundo. Em uma carta destinada a sua mãe, ele escreveu: "... Te amo do umbigo."
 
Fiquei, até ser envolvido por aquelas camadas, com este pensamento, onde não existe maior amor do que de mãe-filho e vice-versa. Existiria amor mais forte do que de uma mãe, que passa meses gerando e aguardando um ser? Não.

Iludido, passei tempos acreditando nisto, até que surge Suzane e prefere outro tipo de amor, negando o amor maternal. Sem contar nos inúmeros homicídios cometidos por mães, abortos e outros mais repugnantes.

Somando as dúvidas com os fatos, ainda não cheguei a nenhuma conclusão.

Seria possível realmente medir qual o maior amor do mundo?
O fato é que não podemos amar todos na mesma intensidade. E o pior quanto mais penso nesse assunto, mais interrogações surgem, como luzes de natal.
 
Talvez, amor não seja assunto que se deva pensar... não conheço um que tenha uma definição para esse assunto...
Amor não pode ser medido com uma simples régua.
 
A melhor coisa a fazer é deixá-lo correr pelo coração, não pense no amor, apenas sinta.
diley rodrigues
Enviado por diley rodrigues em 16/09/2007
Código do texto: T654856

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
diley rodrigues
Manaus - Amazonas - Brasil, 29 anos
17 textos (931 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:31)
diley rodrigues