Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Confissões de um Político Brasileiro - parte II

Tudo bem, tudo bem, doutor...
 
Só confiei em dar-lhe mais esta "exclusiva" aqui no meu gabinete. Sabe como é, né? Nestas épocas de escutas telefônicas, a Polícia Federal em cima, não dá pra facilitar, não é mesmo?
 
Mas...o que está me dizendo? O senhor também se escandalizou com o desfecho do caso do nobre senador alagoano? Bem, o povo em geral achou aquilo tudo de fato um descalabro sem tamanho, mas o doutor também...?
 
[risos....gargalhadas....cinco minutos depois, o nobre deputado se recompõe...].
 
Hehehe...Perdoe-me o riso, foi mais forte do que eu, não tive como evitar. O doutor quer saber a verdade? Quer entender o que de fato ocorreu nesta fatídica semana? Quer saber mesmo?
 
Nada! Isso mesmo. Ou melhor, nada de novo. Nada que já não tínhamos previsto antes, ou melhor - o que já vemos acontecer na nossa sociedade. Se lembra de nossa entrevista anterior? Somos todos políticos, isso é uma verdade. Senão, vejamos: No BBB do Plim-Plim, as pessoas que participam do tal "reality show" foram escolhidas a esmo?  Lógico que não...São pinçadas pelos "model hunters", caça-modelos, por assim dizer. Isso é feito à toa? Até parece...! Dá Ibope, meu caro doutor. Ah, se dá...A sociedade anda valorizando muito mais "ratos de academia", com suas barriguinhas de tanquinho e bundinhas livres da praga da celulite, tão durinhas quanto o mármore de uma pia, em detrimento da tal "beleza interior". Esta última, talvez até por ser invisível aos olhos, só percebida com o tempo, anda em segundo plano, enquanto que a primeira acabou se tornando o supra sumo, o melhor do shopping center. Questões de mercado, doutor - o mais belo, ainda que não seja o melhor, é o que será escolhido. Digo isso para te mostrar o quanto vivemos de aparências. Os nobres colegas posaram diante das lentes do JN e do Fantástico como se fossem verdadeiros paladinos da Justiça, um palanque oportuno, quase uma "micareta eleitoreira fora de época". Caiu como uma luva para todos nós !! Veja bem: Fazemos nosso comercial, prometemos tomar atitudes "em nome da moral do glorioso Senado e em respeito aos votos de nossos eleitores", mas lá dentro....Ah, meu querido..! Lá dentro, a coisa é bem outra ! Fica o dito pelo não dito, passamos uma bela de uma borracha nisso tudo, fingimos não ser conosco, devidamente adornados com nossas fantasias de falsos moralistas, escandalizados com o acontecido. Tática de guerrilha, pura e simples. Servirá para nossos vídeos vazios e entediantes do horário político no ano que vem, vai ver só. E como a votação foi secreta, aí não podia dar outra coisa! O povo saiu perdendo, o senador ganhou, e já que temos a fama, deitamos nesta cama sórdida, onde debaixo do colchão fervilham negociatas e esquemas em meio a cuecas e malas tipo 007, o que caracteriza ainda mais nosso filminho B "Prisão Impossível".
 
Mas não se "aporrinhe", doutor...Daqui a pouco, tem outro escândalo. Aí, ninguém mais se lembrará deste, focará somente aquele, e todos dormiremos tranqüilos e serenos em berço esplêndido...É isso...
 
Agora, se me der licença, preciso pegar meu jatinho para o Uruguai, doutor...Sabe como é...Business são Business !
 
======*============*===========*===========*=======
Marcio Roque
Enviado por Marcio Roque em 16/09/2007
Código do texto: T655383
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcio Roque
São Paulo - São Paulo - Brasil
118 textos (5398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 16:57)
Marcio Roque