Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO ME IMPORTEI

     A  coisa começou lá em 1500....

     Naqueles tempos, os índios foram sendo domesticados, e no decorrer dos séculos seguintes, aos poucos foram sendo dizimados por doenças e uma aculturação nefasta, até os dias de hoje, quando restam muito poucos e não têm mais condições de sobreviver da forma em que viveram e tiveram o melhor modelo de sociedade, onde não havia a propriedade privada, onde todos se ajudavam e ninguém acumulava nada, nem lesava o meio ambiente.  MAS NÓS,  OS BRANCOS, IMPUSEMOS NOSSA  PRESENÇA COMO INIMIGO VENCEDOR,   E "EU", COMO NÃO SOU ÍNDIO, NÃO ME IMPORTEI  COM ISSO NUNCA".

    Um dia trouxeram os escravos negros, fizeram deles uso e abuso.  E nós fomos os últimos a libertÁ-los e quando o fizemos deixamos que ficassem sem ter acesso a nada e assim foram formando núcleos de miséria que se mantêm até hoje nos cinturões  onde negros são a maioria.  MAS... "EU" NÃO ERA NEGRO E NÃO ME IMPORTEI.
    O Brasil começou com grandes quantidades de terras sendo doadas a portugueses nas capitanias hereditárias. Assim, foi sempre se perpetuando a terra em poucas mãos. A posse da terra neste país sempre foi alcançada por favorecimentos e por posse indevida.
E com o tempo, mesmo quem possuísse uma pequena propriedade, foi sendo forçado a dividir entre os descendentes. A mecanização da lavoura de grandes proprietários começou a tomar conta da produção e muita gente se viu obrigada a deixar o interior e vir para as preiferias de grandes cidades. Isso se acentuou mais da década de setenta em diante. MAS "EU" NÃO ERA PEQUENO AGRICULTOR E NÃO ME IMPORTEI.
   
   A ditadura militar foi um período de arbítrio e violência contra pessoas, muitos jovens foram torturados e mortos. Mas a sociedade
  tinha ido as ruas gritar fora Jango, pois lera nos jornais que ele era comunista. MAS "EU" NÃO ERA JANGUISTA, NEM TINHA FILHOS SUBVERSIVOS, POR ISSO NÃO ME IMPORTEI.

   Lula foi eleito por mais de cinquenta por cento dos votos e foi a população mais pobre que o elegeu. Mas eu que sou classe média, quero de volta o comando do país na mão dos que sempre souberam governar bem ,  tomando conta do trono de Brasília.  "EU",  QUE NÃO RECEBO BOLSA MISÉRIA, NÃO PASSO FOME, NÃO MORRO DE DOENÇAS CURÁVEIS, INCLUSIVE DE FOME, NÃO ME IMPORTO E NUNCA ME IMPORTEI ( CADA UM DEVE SABER SEU LUGAR).

Diante disso, temos a constatação de que é bom não jogar pedras agora porque dentro desse apanhado da nossa História , fazendo um mea culpa razoável, não escapa ninguém.  Principalmente não escapam aqueles que teimam em olhar para fora de si com preconceito e nenhum senso de humanidade, para quem as coisas devem seguir a ordem que melhor lhes conceda vantagens e privilégios.

E o pior entre aqueles que não se importam é o indivíduo que, mesmo sendo professor, brigadiano,  funcionário de qualquer setor público, não se importa nem consigo mesmo, e, como ocorreu aqui no Rio Grande, vota em Ieda Crusius por pura rejeição ao candidato Olívio, dizendo "não conseguir" votar no PT.  Entrega a cabeça à guilhotina, mas cheio de convicções. Uma coisa bem escatológica, digna de ser oferecida em sessões de um analista.

E eu escrevi tudo isso sem me importar muito também, achei simplesmente engraçado esse negócio de  imitar o Maiakowski, justamente pessoas cuja postura está mais pra quem agride do que pra quem cala e consente,  autores de emails que circulam pela Internet, falando em não-me-importeis tendenciosos e quando invadiram a mansão de honesto cidadão dono de TV, ah, não, fala errada. Eu até me importei quando ele mandou assassinar o rapaz que ousou sequestrar sua filha, bem , mas nem tanto, afinal aquele menino era cria ruim mesmo, você se importaria se seu filho fosse preso por sequestro e assassinado na cadeia pelo pai de quem sequestrou? Sabe, hoje nada me importa muito, e esse tal Renan Calheiros, da quadrilha do PMDB que será que ele aprontou pra cair em desgraça? Vejam o espaço que a mídia a serviço da distração popular cedeu a assunto de robalheira e a esse cara de mamão macho?  Ah, sabem, eu também cansei.  Vou olhar o que meus gatos estão fazendo, plantar umas mudas, o mundo seria bem melhor sem a tele-tela castradora e bestializante. Vou mesmo é olhar pro céu que hoje está deslumbrante.
.



 
tania orsi vargas
Enviado por tania orsi vargas em 18/09/2007
Reeditado em 14/04/2008
Código do texto: T657754
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
tania orsi vargas
Taquara - Rio Grande do Sul - Brasil
758 textos (51015 leituras)
4 áudios (519 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 15:29)
tania orsi vargas