Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
PALAVRÃO TRAVADO


Fui educada ouvindo sempre que palavrão é algo muito feio, dito por uma mulher então, é o caos! Uma vez fiquei de castigo porque disse “esculhambado”. Ouvi meu pai falar uma vez isso, não tinha cara de palavrão. Achei lindo: “isso é uma esculhambação!”

Bem, o fato é que minha mãe explicou que uma mulher dizendo isso ficava feio. Putz, se os pais soubessem quanto palavrão travado faz mal! Sabe que fiquei doida pra repetir? É normal, o proibido é tentador, mas me conformei, se bem que de vez em quando quis mudar o que tinha entre as pernas só para dizer isso (rs).

Bem, mas o tempo passou e depois disso nunca mais repeti a palavra. Hoje entendo, não é exatamente feio, o que ela quis dizer foi que ficava grosseiro dito por uma moça. Concordo, mas acho que agora, mais madura, saberei empregá-la de tal forma que faça sentido, mesmo saindo dos lábios de uma “SENHÔRA”.

Hoje, peço permissão a todos vocês, meus amigos, para destravar essa palavra da minha vida, dando-me apoio (pagar a um terapeuta pra isso ficaria muito caro) e compreendendo que preciso, nesse momento pronunciá-la, nem que seja pela última vez na vida.

Sei que hão de concordar comigo.

O que estão fazendo no Congresso Nacional é uma verdadeira ESCULHAMBAÇÃO”.

Ufa, falei!

Obrigada pelo apoio gente. Vocês tiraram um peso enorme de mim (não se preocupem, minha mãe não abre esse site).
TACIANA VALENÇA
Enviado por TACIANA VALENÇA em 19/09/2007
Reeditado em 19/09/2007
Código do texto: T659145

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TACIANA VALENÇA
Recife - Pernambuco - Brasil
1955 textos (149049 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 14:21)
TACIANA VALENÇA

Site do Escritor