Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E caíram se as flores...



Interessante é a estação de outono passa se a época do calor e começa a “cair às flores” da primavera, primavera porque o verão ainda cultiva seu colorido e por mais que o sol castigue o colorido ainda existe.
O outono é a época da limpeza, época de estar só em sua base, talvez seja por isso que caem as flores e nossa crueza aparece sem nada, ficamos tão sozinhos com nossa verdade.
Sabe que até gosto de olhar para uma arvore em seu momento de outono ali não da mais para disfarçar nada, não existe mais as cores é sua pura realidade e natureza.
Na primavera da vida “infância” tudo é tão bonito e colorido, cheio de flores época essa em que com nossos olhos de crianças sonhamos mais, eles brilham mais, sinto saudades da minha primavera, porém chega o verão época do calor, do fogo.
Já não achamos tanta graça das flores e seu perfume já não nos interessa mais e por mais que o verão ainda cultive muito das flores e do colorido o seu calor sufoca então começamos a mudar de alma e as flores começam a murchar.
 Essa é a época em que nossos olhos também se decepcionam diversas vezes a ilusão do verão é terrível ela machuca, mas o calor também é bom e ficamos mais leves, mais ariscos, mas quando chega o outono o “cair das flores” aí se complica tudo, pois o verão tirou todo sua sustentação.
Acredito que este momento seja o mais duro de todas as estações já não temos mais o colorido e nem o calor empolgante da juventude, agora temos que meditar e fazer isso é horrível quando falo em meditar penso na concepção oriental de o fazer, a idéia de se esvaziar de pensamentos e sentir somente suas emoções. E podem acreditar isso dói muito...!
Trazer todas as emoções e conversar com elas que outono dolorido, percebo que meu outono começou e como esta estação dói, preciso mudar de estação, porém tenho medo do inverno não quero sentir o frio da vida.
Essa dor de outono tem sido muito forte em mim e não sei quanto tempo essa minha estação vai durar e o pior é que sei que vou ter que vive-la é o meu momento não há como fugir disso.
Espero que meu outono me faça preparado para o inverno preciso estar bem agasalhado, quero ter muitos cobertores para está temporada que está por vir e saber senti-la e vive-la sem as dores que vivo em meu outono.
Minhas dores são porque sei que não cultivei a flores da infância e o calor da juventude me fez perde grandes coisas em mim, mas quero estar preparado para que no meu inverno elas voltem em minhas lembranças e possam brindar a minha alma com essas alegrias.



Fábio Beltrame
Beltrame
Enviado por Beltrame em 19/09/2007
Código do texto: T659158
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Beltrame
São Paulo - São Paulo - Brasil, 41 anos
46 textos (11125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 16:23)
Beltrame