Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lula - Precisamos disso?

Pois é senhor excelentíssimo Presidente Lula, bem sei que nem o senhor, nem seus ministros, nem seus parceiros do PT, tampouco alguém com influência pública irão ler esse meu desabafo.
Mas eu precisava botar pra fora essa minha tristeza.
Antecipei um texto de uma amiga querida porque não poderia deixar passar essa data e essa foto.
Eu também nasci lavrador, como vossa excelência.
Nós respiramos muito pó na nossa infância.
Nós olhávamos para o céu e pedíamos quase sempre três coisas:
1-   Que um anjo de Jesus mandasse chuva;
2-   Que o presidente nos ajudasse;
3-   E que alguém nos trouxesse para São Paulo;
Nós viemos.
O Sr. está presidente e eu escrevo para 50 abnegados e pacientes leitores, mas e o Sr. Ângelo de Jesus? 
Olha a ironia do nome!
Se o sertanejo Ângelo de Jesus, com barriga e bolsos vazios, recebe esse tratamento só porque queria lhe pedir ajuda, o que nós brasileiros não deveríamos fazer com seus 40 desonestos senadores que mantiveram um criador de bois falsos na presidência do senado?
Se esse brasileiro, lavrador e negro,  tivesse dinheiro pra comprar uma arma, jamais poria vossa vida em risco, ele certamente compraria comida e remédios para sua família,
Mas eu tenho um alívio Sr. Presidente,
para esta mesma terra que enfiam a boca desse lavrador, logo-logo, eu o Sr., os ladrões e o sofrido povo brasileiro voltaremos.
E daí Sr. Presidente...
Seremos todos pó novamente.
Augusto Servano Rodrigues
Enviado por Augusto Servano Rodrigues em 20/09/2007
Reeditado em 02/10/2007
Código do texto: T660824

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Servano Rodrigues
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
156 textos (50585 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:43)
Augusto Servano Rodrigues