Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Passar pelo deserto é uma expressão que significa espiritualmente falando passar uma experiência difícil, pois o deserto é uma região inóspita; não proporciona um viver com bem estar normal. Por isso dizermos: “passando pelo deserto”. É um lugar, no máximo de passagem.
São muitas as situações que exemplificam o deserto em nossas vidas: uma reprovação, um divórcio, uma decretação de falência, um diagnóstico médico desanimador, enfim, qualquer situação muito ruim de ser vivida e que estamos sujeitos.
Vemos pela história bíblica, muitas pessoas tiveram o dissabor de ter passado pelo deserto, uns por mais, outros por menos tempo. Podemos mencionar o estadista Moisés que permaneceu por 40 anos no deserto do Sinai, quando estava conduzindo o povo hebreu. Saíram em libertação do escravagismo do Egito com destino à terra de Canaã. Sabe-se aquela região não é tão extensa que precisasse de um período tão longo de viagem!
Vemos, portanto neste exemplo que o deserto teve duas conotações: física, porque caminharam e sofreram a aridez do deserto; espiritual, porque o povo israelita sob a liderança de Moisés passou um período consideravelmente longo circulando numa região cuja área não excede ao tamanho do Estado de Sergipe. Essa experiência bem ilustra uma provação de vida para que aprendessem e praticassem os preceitos de obediência a Deus.
O apóstolo Paulo também sentiu o calor e solidão do deserto e foi nessa época que ele reconstruiu sua teologia, de acordo com Gálatas 1: 14.
Ao passar pelo deserto, muitas vezes, não entendemos, no momento, a experiência ou o porquê de estarmos ali, mais depois sim identificamos o objetivo dele em nossa vida. Nele encontramos a nós mesmos. É através desse autoconhecimento somos conduzidos à reflexão para entendermos o porquê de estarmos ali: uma desobediência, insensatez ou porque Deus quer nos burilar.
São muitas as razões de passarmos pelo deserto, porém maiores são os benefícios:
• Vencer as tentações;
• Aprender a ser humildes;
• Reflexão e aprendizado para resolver os problemas;
• Crescimento emocional;
• Crescimento espiritual;
• Adquirir maturidade;
• Descobrir o porquê de nossa vida.
Particularmente, posso afirmar que já passei pelo deserto. Na época foi muito difícil e as experiências muito marcantes, mas hoje agradeço a Deus pelos aprendizados. Eles foram valiosos, pois aprendi a superar todos os meus complexos e desajustes. Hoje vivo de forma destemida, de cabeça erguida.
Segurando nas mãos de Deus e através de nossos esforços, prossigo feliz a minha jornada.


Maria Loussa
Enviado por Maria Loussa em 20/09/2007
Reeditado em 05/10/2011
Código do texto: T661099

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.loussa.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Loussa
Posse - Goiás - Brasil
391 textos (137214 leituras)
5 áudios (372 audições)
4 e-livros (1917 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 21:07)
Maria Loussa