Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

3-Confissões de um homem sem Deus

3 ---Confissões de um homem sem Deus

Mas cedo nuvens negras rabiscaram,
Nos Céus,sua mensagem perigosa
E a Guerra, ameaçando a própria Espécie
Surgiu, depois da Fome e da Amargura...
E míseros –Fantasmas do que foram—
Os Homens revoltados blasfemaram
E disseram os primeiros impropérios!...
Alguns—talvez dos “deuses”escolhidos—
Fizeram no infortúnio as suas crenças,
Mas como a carne frágil apodresse
E o corpo relutasse em recompor-se,
Confiaram em existências discutíveis
E assim... foi que inventaram o Paraíso!
Cristãos—que são poetas sonhadores-
Ergueram suas mãos em orações
E hoje, já vencidos dois milênios,
Esperam ainda nos Céus a Vida Eterna
Que, dizem, construíram com seu pranto!
A fé inquebrantável desses Homens
Provoca-me a Angústia e o Tormento
Fazendo reviver, enlouquecido,
Meu pobre coração feito em pedaços...
!

                                                                                                                                                                                                                                         


Zil
Enviado por Zil em 21/09/2007
Código do texto: T661939
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 90 anos
13 textos (1008 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 12:04)
Zil