Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALÉM DA PERFEIÇÃO.

Este texto abordará de forma simples o que muitos adultos têm-se deparado nas internas de uma organização. Donos lutam pelo sonho do crescimento, da ampliação dos negócios e, no entanto, exige de cada ser humano a tal da perfeição 100%, esquecendo que somos seres vivos (seus colaboradores) e não máquinas.

Acredito que os donos para chegarem a este patamar de cobrança, também erraram muitas vezes e perderam clientes de grande “importância” na sua trajetória de sucesso. Também tiveram que errar para acertar e então, poder aperfeiçoar a cada dia.

Não acredito em ninguém que seja realmente perfeito, ninguém é Deus! Caso fosse, então desculpe a minha petulância, o seu lugar não seria aqui na Terra.

A cada segundo erramos e se não fosse o bastante, erramos às vezes por distração ou por desconhecer o próprio processo. É claro, que o funcionário está na obrigação de verificar se tudo está ocorrendo como planejado, se não consta erros. Porém, o perfeccionismo que se esbarra como uma qualidade e também uma vilã, torna o funcionário inseguro e ansioso e por fim, uma doença se instala sem controle na sua emoção.

A cada novo piscar de olhos, presencio funcionários desmotivados porque a exigência é o acúmulo do desrespeito a cada ser que dá a sua mão-de-obra, a sua inteligência e o seu valioso tempo dentro da organização para depois ser descartado no primeiro erro. Empresas deste tipo de imposição merecem fechar as portas, porque com o tempo esqueceu dos valores, a fundamentação, a missão, a visão e não enxergam mais o seu colaborador na sua frente, e sim, um robô que pode ser mandado e desmandado a hora que quiser. Esquecem que dentro deste “robô” existe um órgão, chamado coração e não um mecanismo eletrônico.

Este tal perfeccionismo, uma mania de querer tudo perfeito, este exagero abusivo no que se executa ou vistoria, onde vamos chegar? Quando não estamos sobre pressão pensamos melhor e executamos funções com mais perfeição. Assim sendo, qualquer dia as empresas perderão o seu melhor profissional em potencial por este exagero de exigência sem fim, pois como sabemos o perfeccionista vai desencadear a ansiedade e a baixa auto-estima e se tornar um doente.

Mais um detalhe melhorar é preciso, e aprimorar o nosso intelectual e a nossa maneira de ser é importante, mas virar escravo do perfeccionismo é burrice, porque a perfeição exagerada te aprisiona além das suas limitações. Lembre-se, não somos Deus e a cada segundo estamos sujeito a erros.

Pensando que nunca estará sujeito a erros você se decepciona consigo mesmo só por ter cometido as fatais falhas. E como os seus colegas de trabalho te conhecem e nunca presenciaram você errando, acabam por te titular o grande sabedor que jamais cometera erros.

Pense com carinho na sua conduta de levar a sua vida pessoal e profissional.


14.06.2007.
* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigada!
Graciele Gessner
Enviado por Graciele Gessner em 23/09/2007
Reeditado em 19/08/2011
Código do texto: T664593
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome da autora Graciele Gessner). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Graciele Gessner
Timbó - Santa Catarina - Brasil
963 textos (121357 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 06:55)
Graciele Gessner