Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


                    

Ok


                           Rosa Pena


A busca de mim mesma não é uma exclusividade minha.
Vou ao espelho e amo algumas coisas que vejo externamente, mas em um olhar mais aprofundado percebo minh'alma, e esta não é muito semelhante ao reflexo que está estampado aqui neste pedaço de vidro.
É bem mais feia.
Será momento de mudar? Dá tempo?
“Meu caminho eu mesmo traço, com régua e compasso.” Esta música cismou de ressoar em meus ouvidos.
Tracei e ferrei-me. Faltou a borracha.
Bem, e agora José? A festa acabou?
— Não! — meu subconsciente avisa. — Ainda é cedo. Está claro ainda. Dança mais um pouco. Beba mais uma taça de champanhe. Amadurecida, mas não apodrecida, mulher!
— OK... — respondo!
Colonizarei minha angústia e suportarei o peso do malfeito, do refeito, do desfeito de tanto fazer.
Não preciso de diagnóstico para essa minha inquietude. Já tenho.
Preciso do mapa do caminho, do reencontro de mim comigo.
Correr para dentro de mim. Estimar-me.
Achar motivos para suportar melhor o peso da minha existência.
Olhar bem o presente e fazer dele um “presente”, digno de esquecer os erros do passado.



PreTextos
Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 15/03/2005
Reeditado em 21/10/2008
Código do texto: T6674
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
960 textos (1417366 leituras)
48 áudios (24765 audições)
33 e-livros (29000 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:20)
Rosa Pena

Site do Escritor