Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAOS TOTAL

CAOS TOTAL

“Eu adoro meu Pai querido, Deus” e meu irmão idolatrado, Jesus! (Antonio Paiva Rodrigues).

Vivemos momentos difíceis, pelas injunções de atos perniciosos, que são permeados de injustiças sociais, da falta de amor ao próximo, do egoísmo, da ganância, da fraternidade e da caridade. Perdemos total confiança naqueles que nos governam e conduzem os destinam de nosso País. Nesta assertiva o justo irá pagar pelo pecador, mas os justos terão sua solidariedade. Rastreamos a mídia no dia-a-dia, e no final, nos entristecemos com inúmeras nuanças negativas, cujas flechas venenosas e certeiras atingem de cheio os mais fracos e oprimidos. A política suja, deletéria, cheia de trasgos, nos leva a problemas mentais, sociais, psicológicos. Os mais fracos pela desesperanças sofrimento e falta de fé, se entregam aos dissabores de uma vida recheada de fatores negativos: como drogas, álcool, cocaína, maconha, crimes de toda natureza, furtos e roubos, assassinatos e os que se aproveitam de nossa boa índole nos furtando através da corrupção maligna e destruidora. Para os que dizem ai de mim, porque Deus castiga, afirmamos: Deus não interfere na vida do homem, para isso, ele nos deu o livre-arbítrio. Será que ele não pode? Deus pode tudo, mas não deseja o mal de seus filhos. O ser humano na longa trajetória, desde o despertar do Espírito, da simplicidade e da ignorância, como o livre-arbítrio ainda frágil, dando os primeiros passos, tal como o desenvolvimento da criança sem vontade própria e sem consciência perfeita de sua existência, passando, gradualmente, por vários graus, até alcançar a condição de Pureza, em três categorias, segundo a classificação de Rohden, Pastorino e outros pensadores: os profanos, os virtuosos e os iniciados.

Cenas dantescas como a do pai que mata mulher e filhos a marteladas e é morto. Nos choca. Após assassinar a mulher de 43 anos e filhos de oito e nove anos, Zelito Jesus de Araújo depredou 17 carros na rua. Ele foi morto a tiros por um Policial Militar. Segundos testemunhas de familiares, Araújo era agressivo, tinha problemas psiquiátricos e negligenciava a medicação. O aposentado teria dito a parentes que não precisava mais tomar o remédio porque a igreja o tinha curado. Segundo informações encartadas no jornal o Povo, caderno Brasil página 12 essa suposta cura teria sido obtida nas dependências da Igreja Universal do “Reino de Deus”. “Ele tinha que jogar os remédios fora quando voltava ao culto. Veja que o nome do desesperado era Jesus e o filho assassinado, Gênesis, contava com 44 anos de idade.

Médicos do município param hoje das 7 às 19 horas. Policiais civis ameaçam entrar em greve. Os mensalões, os valeriodutos, as licitações viciadas, beneficiam os usuários de colarinho branco, e não são punidos, enquanto, estropiadas morrem nas filas por falta de assistência médica. É o caos na saúde, somado ao caos na segurança e educação. Vivemos no País do caos. Do latim chaos < gr. Cháos, na história e filosofia, na mitologia, pré-filosóficas e cosmogonias, a palavra designa o vazio obscuro e ilimitado que precede e propicia a geração do mundo; abismo, grande confusão ou desordem, já na física a palavra toma a conotação de comportamento praticamente imprevisível exibido em sistemas regidos por leis deterministas, e que se deve ao fato de as equações não-lineares que regem a evolução desses sistemas serem extremamente sensíveis a variações, em suas condições iniciais; assim, uma pequena alteração no valor de um parâmetro pode gerar grandes mudanças no estado do sistema, à medida que este tem uma evolução temporal.
 
O caos primordial é a concepção de que ao princípio o Universo pode ter sido altamente irregular e heterogêneo, num estudo mais apurado.  A violência, a fome, a miséria, flanelinhas a nos amedrontar, os meninos e as meninas de rua, as promessas não cumpridas nos levam a conclusão que estamos vivendo um caos total e sem perspectiva de melhora, pois a maioria de nossas autoridades só pensa na locupletação e os partidos políticos só em benesses. “Os amigos constituem, por si, um banco providencial em que usufruis a possibilidade de sacar os melhores recursos para a sustentação da própria vida. Todos eles são capazes de funcionar, proveitosamente, em teu benefício. Entretanto, para que isso aconteça, não olvides a própria dedicação e assiduidade nos depósitos.


ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E ACADÊMICO DA ALOMERCE


Paivinhajornalista
Enviado por Paivinhajornalista em 26/09/2007
Código do texto: T669060
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paivinhajornalista
Fortaleza - Ceará - Brasil
2253 textos (821409 leituras)
1 e-livros (164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 03:11)
Paivinhajornalista