Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARINHO DO MAR!

    Deparei-me com aquele azul incrível, ondas brancas e espumosas, dançando e brincando ao rumor bravo do mar que, parecia querer irritá-las, mas não conseguia.

    A areia....calva...seca....branca....leve e macia, com um certo poder e senso de humor, ia e vinha ao sabor do vento, desbravar os mistérios da paisagem e a fazer cócegas no mar raivoso.

    O céu, querendo imitar o azul do mar e fazê-lo sentir ciúmes, se esforçava ao máximo para manter sua cor, que para quem o via se confundia..." Qual dos dois é o mar?".

    Olhei para o meu lado direito, coqueiros rebolando, mexendo suas plumas verdes, uns enrolados nos outros, felizes...fazendo amor...tentando chamar a atenção do mar, mais raivoso do que nunca...nada o fazia feliz.

     Ao meu lado esquerdo, montanhas verdes, grandes, cheias do tudo, o vento também passeava por lá, brincando...e elas pareciam que sorriam e o retribuia com leves carinhos que o verde fornecia através de seus fabulosos movimentos.

    Todos eram felizes nesse cenário, e eu só...em frente ao mar que me olhava desconfiado, tristonho e curioso ...e eu, o olhava da mesma maneira.

    A gente é igual...papel principal.

    Acordo...me reencontro, caio na realidade...nesse cubículo, meu quarto, o meu cenário, o meu lugar.

    Olho meus pés, molhados cheirando mar...coisa maluca, será que sonhei? Viajei?

    Sou como o mar, ele, o papel principal do cenário, que embelezava a paisagem, era o mais belo, o poderoso, mas não tinha quem amar...era só, raivoso, poderoso, todos em sua volta não o faziam feliz.
      Eu, da mesma forma, abandonado por você, com meus pés molhados, te desejando, só, te amando, eu raivoso, o mundo em volta vivendo e eu, aqui, morrendo por você.

    Agora sei, o mar me viu nele, somos iguais...na mesma situação, poderosos mas...sós.

    Acordei com os pés molhados pelo mar....cheirando ele....recebi um carinho.........e não sei retribuir.....
Deborah Portela
Enviado por Deborah Portela em 26/09/2007
Código do texto: T669852

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deborah Portela
Matelândia - Paraná - Brasil, 44 anos
43 textos (2715 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 06:16)
Deborah Portela