Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Abençôo

Abençôo a todos os lugares por aonde passo, a todas as pessoas que encontro, a todos os pensamentos que vêm em minha mente, e deixo passar. Nada do que vejo no mundo me pertence, nada tenho no mundo de meu. Vou voltar ao meu universo, da forma como vim para este mundo, com nada e é para isso que eu tenho que me preparar.

Eu vejo aquilo que quero ver. Se vir luz é por que é luz que eu quero, se vejo sombras é por que são sombras o que eu procuro. Sou aquilo que sinto aquilo que penso aquilo que falo. O que manifesto no mundo é fruto do meu mundo interior. E é o que serei por uma parte da eternidade. Sendo que eu sou apenas aquilo que sou, nada mais.

Sou luz por onde passo sou paz por onde ando naquilo que eu ligo a minha mente, transbordo de felicidade, abundância e prosperidade. Naquilo que sinto, vibro sempre muito amor, pois tudo o que desejamos para o mundo, é o que recebemos de volta do universo. Sei das dificuldades da vida, mas as enfrento com amor e dedicação.

A cada dia que passa me esforço com mais esmero. Às vezes parece que a vida vai me engolir, mas eu lembro que o corpo é apenas uma ilusão passageira. Tudo no mundo é fugaz, nada é real. “Nada que pode ser destruído vem de Deus, nada que vem de Deus pode ser destruído”. Esta é a grande lição que precisamos viver no orbe.
Rick Steindorfer
Enviado por Rick Steindorfer em 26/09/2007
Código do texto: T670046
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Rick Steindorfer). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rick Steindorfer
Águas de São Pedro - São Paulo - Brasil
3533 textos (526333 leituras)
33 áudios (94904 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 23:41)
Rick Steindorfer