Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Emprestei para o amigo.

Já falei, quantas vezes tenho que tornar a dizer!
Foi assim que se passou no segundo domingo de setembro, sempre a mesma coisa dinheiro, dinheiro e dinheiro.
Minha mulher pensa que sou uma mina de dinheiro, ou que tenho uma árvore que nasce dinheiro, nunca está satisfeita mesmo ganhando mais que eu sempre quer me deixar na estaca zero.
_Onde você estava domingo que não trouxe o dinheiro?
_Eu estava trazendo quando um amigo meu ligou dizendo que precisava dinheiro emprestado urgentemente.
_Qual amigo?
_Não vou dizer tem que confiar em mim!
Ela não satisfeita ligou para meus melhores amigos, qual não foi a surpresa.
Na primeira ligação, _Sim ele me emprestou para pagar despesa do hospital.
Na segunda ligação: outro amigo confirmou que precisou de dinheiro emprestado para pagar uma prestação atrasada.
Ela ligou para o terceiro que falou, _Ele me quebrou um galho.
_Quanto ele te emprestou?
_Ele pediu para não falar para ninguém, nem mesmo para você.
Na quarta ligação ela escutou de outro amigo que eu havia emprestado para fazer um churrasco do aniversário de casamento.
Não satisfeita fez a última ligação, o qual não foi minha surpresa ligou para um que não era meu amigo e a resposta foi essa, _Sim ele foi camarada me emprestou o dinheiro, e ainda por cima esqueceu a carteira aqui pede para vir urgentemente buscá-la.
Virei para ela e falei, _ Tá vendo! Não menti.
_Mas, todos falaram que você emprestou dinheiro!
Resultado! Descobri que tenho mais um amigo que pensei que não era...




Benjamimm
Enviado por Benjamimm em 28/09/2007
Reeditado em 28/09/2007
Código do texto: T672015
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Benjamimm
São Paulo - São Paulo - Brasil
113 textos (8702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:13)