Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAMINHOS DA ALMA

Fiz uma viagem. Não destas viagens convencionais. Uma viagem para dentro de mim. Percorri os sótãos da memória. Tantas varandas do silêncio. Descobri um relógio e um espelho e percebi que o tempo está passando...
Tempo é a palavra e na vida é preciso olhar não só para fora, mas para dentro. Encontrei amigos guardados do lado esquerdo do peito. Voltei a infância. Embalei o vento e cantei sua música. Senti vontade de andar de escorregador e brincar de gangorra. Tive vontade de abraçar tantas pessoas. Pensei naquelas que já partiram. Orei pelos os mortos, pelos vivos, pelos ausentes e pelos presentes. Encontrei espinhos. Senti medo, raiva, dor e angústia. Vi a estação do inverno: o frio. Tive uma vontade de gritar, por mim e por tantos que têm um canto calado. Um grito de protesto, mas também de lamentação e de luta, mas sem armas. Era preciso encontrar o sol e ele estava bem no meio do frio e da chuva. Um sol que se chama amor e que se traduz em perdão, pois sempre existe em nós, o tempo de renascer. Encontrei tanta gente sofrida, sem paz e nem consolação. Pensei em Cristo e na sua mensagem de vida. Sublimação de todas as dores. Em nós, o templo da fé. Incensos e orações. Purificação da alma. Multiplicidade de sentidos. Encontrei meu caminho e me senti parte de toda a criação. Agradeci. Pensei nos abraços que poderia ter dado e não dei e nem recebi. Um sorriso que poderia ter ofertado e não ofertei. Ainda há tempo de mudar. De pensar. De tomar banho de mar. De descobrir essências.De dar mais abraços.De mandar flores.De andar de gangorra com meu sobrinho pequeno...
Olhei para dentro de mim e vi um homem, um menino, um poeta. É preciso viajar, evoluir, mas nunca perder a capacidade de sonhar, pois o sonho é a bússola da esperança.

pássaro poeta
Enviado por pássaro poeta em 05/11/2005
Código do texto: T67592

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pássaro poeta
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
536 textos (101628 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:04)
pássaro poeta