Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Graça recebida

 
Domingo de manhã, estava frio em São Paulo.
Procuro uma blusa de lã nas gavetas.
Bem lá no fundo, limpinha e cheirosa,
Uma velha conhecida de outros frios.
Mas junto também achei um carnê.
Quase 60 páginas.
Meio amarelado, cantos dobrados, faltando folhinhas.
Eram as prestações da minha vida!
Uma folha carimbada pago, era dos velórios que fui.
Outra dos doentes que visitei.
Mais uma com pago, era das promessas que paguei.
Mas tinha umas folhas em branco das dores que eu causei.
Não tinha carimbo de pago, mas tinha aviso de atraso.
Descendo uma rua do meu bairro
Fui folheando o carnê, ora ria, ora fazia bico
Vejo uma faixa de agradecimentos pendurada nos postes.
Alguém agradecia uma graça alcançada
E eu estava ali, estático, olhando para ela.
Não sabia se agradecia ter descoberto esse carnê 
da minha vida,
Ou se arrancava a faixa por cutucar minha consciência.
Ou então, se também fazia uma faixa de gratidão,
como todos que tinham alcançado uma graça.
Lembrei das alegrias que tive.
Das graças que recebi
Das paixões que despertei
Dos amores que vivi.
Augusto Servano Rodrigues
Enviado por Augusto Servano Rodrigues em 01/10/2007
Reeditado em 02/10/2007
Código do texto: T676260

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Servano Rodrigues
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
156 textos (50679 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 13:55)
Augusto Servano Rodrigues