Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                     A Oração agredida

                              (Tarde de 3.10.1226: 
                              morre Francisco de Assis)


     A Oração de São Francisco não foi escrita por São Francisco de Assis! Não estou inventando. Nem querendo insultar os devotos do Poverello, entre os quais me incluo. Sei que não é fácil aceitar, de primeira, esta minha ousada assertiva.  Por muitos amigos ela é vista como "uma ofensa" ao Patriarca de Assis.  Mormente depois que se constata que é imensurável a coincidência entre o que diz a famosa prece e a vida do Pobrezinho da Úmbria, morto aos 45 anos de idade.
     Frei Tomás de Celano e São Boaventura, franciscanos e aceitos como os mais legítimos biógrafos de Francisco, posto que, seus contemporâneos,  não atribuem ao santo seráfico a autoria da conhecida oração.  
     Basta ler, de Celano, A Vida de São Francisco; e de Boaventura, Legenda Maior e Legenda Menor.
     Frei Ildefonso Silveira, OFM, deixa claro, no seu livro São Francisco, que a Oração é do século XV. Apareceu, portanto, séculos depois da morte do Poverello, ocorrida na tarde do dia 3 de outubro de 1226; portanto, no século XIII.
     Como ela se tornou conhecida. A versão mais aceita é a de que fora "provavelmente composta pelo aristocrata francês, Marquês de la Rochetulon, que durante a Primeira Guerra Mundial, enviou algumas orações pela paz ao Papa Benedito XV. 
     Uma delas foi publicada no Oservatore Romano, em dezembro de 1916, no auge do conflito.  Ao ser publicada em La Croix (jornal católico francês), um  franciscano francês fê-la circular mais amplamente entre os franciscanos, e daí originou-se sua popularidade".
     Leonardo Boff, ex-franciscano, faz uma extraordinária reflexão sobre a origem da popular oração. Diz o eminente Teólogo: "Ela não provém diretamente da pena do Francisco histórico, mas da espiritualidade do São Francisco fé. Ele é seu pai espiritual e por isso seu autor no sentindo profundo e abrangente dessa palavra." Para o ex-frade, o Espírito Santo atuou no autor desconhecido que "cheio de ardor espiritual, deu forma a oração posteriormente atribuída a São Francisco".
     A Oração de São Francisco chegou ao Brasil através do poeta Manuel Bandeira. Ela está entre os seus poemas traduzidos, com o nome de Oração.
     Por que uma oração agredida?  
     Porque políticos brasileiros, adeptos do "toma-lá-dá-cá", procuram, no "É dando que se recebe", parte da oração aceita como seráfica, justificar suas maracutaias, seus conchavos nebulosos, escusos, suas malandragens pecuiárias.
     Mais uma vez recorro a Leonardo Boff. No seu livro São Francisco - Ternura e Vigor, Boff destaca que o santo de Assis "não aceitava ninguém em sua companhia se primeiro não tivesse entregue tudo aos pobres e não se tivesse feito também radicalmente pobre."
     Vê-se, pois, que os politiqueiros não entenderam a mensagem inserida na Oração de São Francisco, que é de total renúncia. E citando-a para justificar sem-vergonhices, eles a agridem, sim.
 

*  Francisco foi enterrado no dia 4.10.1226
Felipe Jucá
Enviado por Felipe Jucá em 01/10/2007
Reeditado em 16/10/2014
Código do texto: T676268
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Felipe Jucá
Salvador - Bahia - Brasil
664 textos (180225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 09:46)
Felipe Jucá

Site do Escritor