Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAZ NA INTERNET


Texto escrito em 17/05/2003...
E ora reeditado, porque nunca é demais
fazer-se um apelo de PAZ...
Osculos e amplexos,
Marcial

PAZ NA INTERNET
Marcial Salaverry
 
Sou uma espécie de estranho no ninho neste mundo internetário, pois diferente da maioria, nunca gostei de participar de salas de chat, não tenho icq, ou messenger, por não ter me 'afinado" com esse estilo.  Prefiro a comunicação via e-mail, falando através de poemas e crônicas, ou então trocando idéias com quem o desejar, apenas pelo prazer de me comunicar.
Sou avesso a todo e qualquer tipo de polêmica, por ser um adepto fervoroso do direito da liberdade de opinião.  Penso que cada qual tem o direito de pensar como quiser, e agir segundo sua consciência, desde que não fira direitos e pensares alheios.
Tenho apreciado, sempre confortavelmente em cima do muro, diversas polêmicas e questiúnculas, sem nunca tomar partido, por respeitar sempre opiniões alheias, e para não jogar mais lenha na fogueira.  Quando eventualmente surge algum problema, procuro resolve-lo diretamente com a pessoa envolvida, sem escancarar para todos o que está ocorrendo.
Entendo ser esta a melhor maneira de se resolver pendências, nunca procurando alimentar as fogueiras.  Sempre pensei assim, e morrerei pensando assim.
Meu lema é "Espalhar Amizade". Acho que o sol e o espaço cibernético nasceram para todos. Quem quer briga é que não deve ter espaço, pois o velho lema hippie é válido para todas as épocas: PAZ E AMOR, BICHO...
Será muito melhor viver em paz, seguindo um lema tão velho quanto o mundo: MEUS DIREITOS E MEU ESPAÇO TERMINAM ONDE COMEÇAM OS SEUS, E VICE VERSA, complementado por outro, igualmente muito justo, RESPEITE-ME E EU TE RESPEITAREI.
Vou repetir aqui uma frase que coloquei na abertura dos editoriais do PROSAEPOESIA:  PAZ NA INTERNET.
Existe espaço para todo o mundo... Vamos trabalhar em paz, cada qual procurando apenas mostrar sua competência, sem ataques ou procurando denegrir imagens alheias.
É muito mais importante mostrar que é melhor, do que procurar mostrar que o outro é pior...
Vamos mostrar nossa competência, ao invés de procurar provar a incompetência alheia.
Não existe o porque de haver um certo perfilhamento em grupos, dizendo que quem é amigo de alguém, tem que ser inimigo de outro. Nem tampouco criticar ou discriminar quem publica em este ou aquele site.
Os webmasters tem o direito de publicar quem eles quiserem, sejam amigos ou não de seus amigos, bem como os escritores tem direito de publicar seus textos onde quiserem e sejam bem recebidos, independendo se são ou não amigos deste ou daquele.
O que deve haver, é o respeito pela pessoa e pela arte, unicamente isso.
Não existe a menor sombra de dúvida de que é muito melhor e mais agradável viver em um ambiente de paz e amizade, do que de cizânia e discussões.
Tenho visto amizades de longa data, de repente desmancharem-se por causa de problemas que, se resolvidos “na intimidade” poderiam ser muito bem solucionados, pode-se comparar a uma briga entre marido e mulher, envolvendo toda a vizinhança.  Por que faze-lo, se tudo pode ser resolvido na intimidade? Caso haja necessidade de uma mediação, pode-se e deve-se procura-la com quem de direito, que seja competente, ou que tenha o bom senso necessário para tanto.  Não vamos fazer de uma questão pessoal, uma conflagração mundial.  Não podemos nos esquecer de algumas guerras começaram assim...
Vamos respeitar o direito de opinião de quem não deseja tomar partido, por ser amigo dos lados envolvidos.  Vamos aguardar que o bom senso impere, torcendo para isso, e que tudo seja resolvido, antes que alguém resolva jogar um avião contra as torres da Internet...
Nessa esperança,  espero que todos tenhamos UM LINDO DIA.
Nunca é demais repetir: PAZ NA INTERNET... PAZ E AMOR, BICHO... FAÇA AMOR NÃO FAÇA A GUERRA... E A VIDA, QUE É BONITA, É BONITA, É BONITA... VIVAMO-LA, POIS, E EM PAZ...
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 02/10/2007
Código do texto: T676969
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 78 anos
20818 textos (2050285 leituras)
3 áudios (887 audições)
6 e-livros (2158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:50)
Marcial Salaverry