Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TELEFONE DE DEUS

                Sou mesmo uma perdida. Já perdi tanta coisa na vida que já perdi a conta.  Perdi uns quilos que gostaria de encontrar por razões que prefiro não mencionar.  Perdi presentes que não têm preço porque têm um valor muito alto. Perdi pessoas porque perdi a paciência e o freio na língua. Perdi várias certezas que tive que trocar por suposições das quais tampouco me lembro onde guardei.

                Perdi e dei por perdidas o que apenas não sabia onde encontrar ou tinha preguiça de procurar. Perdi o ônibus da vida em situações que sei que não vão se repetir pelo simples fato de que a água que se foi não volta porque nunca será a mesma. Perdi o contato comigo por algum tempo por perder a fé inabalável em meu Deus interior. Isso, por sorte  (não acredito nisso de sorte, mas fica aí como hipótese) ou por um trabalho muito árduo, consegui recuperar.

                Perdi a vontade de perder tempo com coisas que não se definem ou com gente que perdeu o caminho e não procura. Perdi a fé em quem não consegue ter fé em si mesma. Perdi o jeito e continuo ficando quase roxa quando me elogiam demais. Logo desconfio. Perdi uma pele esticadinha que não precisava de cremes ou tratamentos e achei outra que me pede cuidados constantes. That’s life. Nothing left to do.

                Perdi  a vontade de entender o que está muito difícil. Isso certamente não vou encontrar porque, pelo menos, no momento, perdi também a vontade de encontrar.

                Algumas coisas da lista não me fazem a menor falta. Outras dependem de que outro perca o medo e procure a coragem e o caminho. Infelizmente sou péssima como guia, guru ou similares. Alguém aí tem o telefone de Deus ou um enviado especial do Próprio?

 

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 03/10/2007
Código do texto: T678770

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (157166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 14:59)
Débora Denadai

Site do Escritor